WOM vence leilão de 700 MHz no Chile

A operadora WOM, antiga Nextel, venceu a disputa pelo espectro de 700 MHz no Chile. A frequência é uma das que estão à venda pelo governo local para a implantação de serviços 5G.

A empresa pagará o equivalente a US$ 82 milhões por 20 MHz da faixa, superando proposta da rival Borealnet, entrante que pretende construir uma rede neutra móvel no país.

A vencedora foi anunciada nesta segunda-feira, 8, pela Subtel, a secretaria de telecomunicações, órgão de governo responsável pela licitação. Ambas as empresas haviam apresentado propostas semelhantes e ficaram empatadas em 11 de novembro. Nesta manhã aconteceu a sessão de desempate.

Além do pagamento, a WOM, que pertence a um fundo de investimento chileno chamado Novator, terá o compromisso de levar conectividade a 366 localidades.

Também haverá sessão de desempate para um bloco AWS (faixas de 1.755-1.770 MHz e 2.155-2.170 MHz.), na quinta-feira, 11. Disputarão WOM, que fez a maior oferta, Claro e Borealnet.

No dia 16 acontece o desempate da disputa pela faixa de 3,5 GHz (150 MHz). Neste caso, WOM, Claro, Movistar (Telefónica), Borealnet e Entel brigam pela frequência.

O Chile já distribuiu quatro blocos de 400 MHz na faixa de 26 GHz. Neste caso não teve licitação, pois faltavam proponentes. Claro, Entel e Wom puderam assumir os blocos.

FONTE: TeleSíntese
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!