Window Maker, conheça um ambiente simples e que anda ganhando fãs em todas as distribuições Linux!


Avaliação tendo como base o Debian com Window Maker. Existem aplicações aparentemente ultrapassadas, tão boas que recusam-se a morrer. Anteriormente, a quem dizia que o projeto havia sido abandonado pelos desenvolvedores, mas parece que o cenário agora é outro.
Além disso, o Window Maker ainda arrebatam uma legião de fãs que investem o tempo disponível para aprimorá-lo. As atualizações do ambiente são lançadas, ao que tudo indica, a cada dois anos. A última atualização foi em Abril de 2020, se seguir o cronograma, a próxima atualização deve ser em 2022.
Conheça o Window Maker, um ambiente simples e que anda ganhando fãs em todas as distribuições Linux!
Nesta categoria, temos dois excelentes trabalhos de Alfredo Kojima, figurinha fácil lá pelos idos de 2000, quando o pinguim era apenas uma tela preta nada amigável: o Synaptic e o gerenciador de janelas Window Maker.
Sobre o Synaptic falarei em outra oportunidade. Hoje mostrarei o Window Maker, que ficou na geladeira um bom tempo e reapareceu nas mãos de uma equipe que mantém a fé no projeto.
O WM foi um desenvolvimento natural dos gerenciadores AfterStep e NeXTStep/OpenStep, adequados para os computadores jurássicos da década de 80. É rápido, estável e altamente configurável.
Conheça o Window Maker, um ambiente simples e que anda ganhando fãs em todas as distribuições Linux!
Está ativo um projeto baseado no Debian, com repositórios próprios, que oferece uma versão live onde o interessado observa como o sistema funciona, e decide se instala ou não.
Há uma boa seleção de softwares, que atenderão às necessidades básicas de um usuário iniciante, com todos os recursos que o Debian oferece. Muitos outros podem ser instalados e, para quem tem intimidade com o sistema, o céu é o limite.
Conheça o Window Maker, um ambiente simples e que anda ganhando fãs em todas as distribuições Linux!
Aventurar-se nesta distro, além de interessante, permitirá um contato com programas jurássicos há muito substituídos por outros mais efetivos, como o  “Midnight Commander”, gerenciador de arquivos para o terminal:

Mas em pleno século 21, um conceito avançado outrora tornou-se obsoleto, na minha opinião. Uma limitação séria é que ele ainda depende do GTK2, que não é mais desenvolvido. E não sei se há intenção em portar o código para a versão 3.
E há criação de outros gerenciadores mais amigáveis, como Xfce, LXDE e MATE, permite uma experiência similar com recursos que esteja acostumado. Mas “gosto” é um tema polêmico e somente o usuário tem condições de decidir o que é melhor para si, você pode conhecer mais sobre o projeto clicando no botão abaixo, ou role a página e veja mais algumas capturas de telas.
Abaixo, algumas capturas de tela para deleite dos interessados…
Conheça o Window Maker, um ambiente simples e que anda ganhando fãs em todas as distribuições Linux!

Conheça o Window Maker, um ambiente simples e que anda ganhando fãs em todas as distribuições Linux!
Site do Window Maker

Por: Antônio Carlos

FONTE: Blog SempreUpdate
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)