Universidades vão elaborar estudos para a Anatel sobre o Open RAN

A Anatel está em fase final de elaboração de um TED (Termo de Execução Descentralizada) para escolher as universidades que farão 10 estudos sobre o Open RAN no Brasil.

Segundo relatou Luiza Loyola Giacomin, assessora da Superintendência de Outorgas e Recursos à Prestação da Agência Nacional de Telecomunicações, a proposta de TED está em avaliação na Procuradoria Federal Especializada da AGU junto à Anatel. A expectativa é que as universidades sejam contratadas ainda em julho, ou começo de agosto.

Ao todo, a Academia ficará encarregada de formular 10 estudos sobre o Open RAN. Esse material será usado pela Anatel para propor regulamentos ou maneiras de fomentar o avanço da tecnologia no país.

Os estudos se dividem em três eixos: regulatório, econômico e tecnológico. No caso do eixo regulatório, serão feitos dois estudos, um sobre possíveis políticas públicas e outros sobre eventuais barreiras regulatórias.

No eixo econômico, serão três relatórios. Um sobre mercado de infraestrutura, outros sobre fornecedores, e mais um a respeito da mão de obra especializada.

Por fim, no eixo tecnológico, a Academia vai entregar cinco estudos: um sobre a tecnologia Open RAN “per si” e seu ecossistema; um sobre interoperabilidade e profiles; um sobre adequação de novas tecnologias à Open RAN; um sobre Open RAN em redes legadas; e, por fim, um sobre os aspectos de segurança.

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!