TIM vai testar backhaul 5G em ondas milimétricas no campus do Inatel

A Ceragon, fabricante israelense de soluções em redes de transporte sem fio, anunciou hoje, 7, que foi selecionada pela TIM Brasil para participar de piloto realizado com a Telecom Infra-Project (TIP) de 5G OpenRAN.

O ensaio de campo aberto acontecerá no campus do INATEL, em Santa Rita do Sapucaí (MG), e contará com outros fornecedores de software e hardware, operadoras, universitários e integrantes dos grupos de trabalho do TIP, afirma a fabricante, em nota.

Os testes serão liderados pelo TIP, que vem promovendo soluções abertas e desagregadas para redes de telecomunicações. Os testes visam observar e validar diferentes combinações de componentes OpenRAN de vários fornecedores (“mix and match”) e seu desempenho em condições semelhantes às de uma rede comercial.

A notícia marca um passo em direção ao envolvimento da Ceragon nas futuras implantações de redes no Brasil. A TIM implantará a solução de onda milimétrica IP-50E de nova geração, totalmente externa e de ultra alta capacidade da Ceragon, capaz de fornecer capacidade de até 20 Gbps hoje por enlace.

Vale lembrar que o CEO da TIM, Pietro Labriola, já afirmou que a empresa tem interesse em usar o espectro de 26 GHz, que será licitado este ano pela Anatel, para implantar redes de transmissão de alta capacidade onde não é possível chegar com fibra óptica.

“Os resultados deste teste fortalecerão ainda mais o relacionamento entre a TIM e a Ceragon”, disse Silmar Palmeira (foto), chefe de Arquitetura e Tecnologia de Inovação da TIM Brasil.

“Essa parceria dá mais visibilidade e importância às iniciativas de ecossistema aberto. Acreditamos que o projeto traz iniciativas de desenvolvimento para academia, empresas e fabricantes, impulsionando a indústria de software”, acrescentou o executivo da TIM.

Ira Palti, presidente e CEO da Ceragon Networks, disse que “as soluções IP-50 da Ceragon foram projetadas para oferecer as melhores ofertas nativas da nuvem para cada um dos domínios de transporte de rede da TIM Brasil – e certamente os resultados do teste refletirão exatamente isso”. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!