TIM seleciona 300 clientes para testar banda larga fixa baseada na 5G DSS

A TIM avisou hoje, 30, que em vez de fazer uma oferta ampla a clientes interessados nas três cidades onde implementou a tecnologia 5G DSS, decidiu selecionar 300 clientes para testar um produto de banda larga fixa sem fio (FWA, na sigla em inglês) pelos próximos seis meses.

Os escolhidos são clientes de planos pós-pagos da operadora ou já usavam o serviço de banda larga fixa sem fio TIM Internet Live na tecnologia 4G, cujos planos entregam velocidade de 5 Mbps. O espectro usado no piloto, inclusive, será o de 700 MHz.

Os equipamentos foram fornecidos em sistema de comodato e já estão preparados para as futuras redes 5G, sendo necessário apenas atualização de software, diz a empresa, que não revela ainda detalhes sobre as velocidades alcançadas pelos acessos 5G nas cidades ondem moram os escolhidos.

As cidades foram anunciadas em julho: Bento Gonçalves (RS), Três Lagoas (MS) e Itajubá (MG). Segundo a empresa, o objetivo do piloto é verificar a viabilidade do caso de uso da 5G em FWA, a fim de preparar uma oferta comercial quando houver mais frequências disponíveis. Um leilão de espectro deve ser realizado pela Anatel na primeira metade de 2021.

Alberto Griselli, Chief Revenue Officer da TIM Brasil, diz em nota que o piloto abre um novo caminho na estratégia da empresa para a oferta de banda larga a cidades não cobertas por fibra ótica e prepara consumidores desde já para o futuro da rede de quinta geração.

“O 5G traz consigo um potencial de negócios e oportunidades nunca antes visto. É a chance de promover a transformação digital e a inclusão digital de forma mais rápida e eficiente, e assim, atender à crescente demanda por serviços de conectividade de altíssima velocidade”, diz.

FONTE: TeleSíntese
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!