TIM Brasil terá papel central nos lucros de 2021 da Telecom Italia

TIM Brasil terá papel central nos lucros de 2021 da Telecom Italia
Crédito: Divulgação

A Telecom Italia, dona da TIM Brasil, avisou que a operadora brasileira terá papel central para os resultados do grupo neste ano. A empresa emitiu comunicado atualizando suas estimativas para 2021, nas quais diz que terá lucro antes de impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) de € 5,4 bilhões.

Quanto disso virá do negócio brasileiro, no entanto, não foi revelado. A holding reduziu ainda a previsão de EBTDA doméstico (na Itália), e de receitas com serviços no mundo. Houve uma piora das previsões, diz, em razão de vendas mais baixas em telefonia fixa e banda larga fixa. Também a parceria com o streaming esportivo DAZN para transmissão da Série A do Campeonato Italiano não rendeu o quanto era esperado.

No momento, a Telecom Italia negocia revisão do acordo com a DAZN, o que poderá impactar ainda os números até 31 de dezembro.  Por enquanto, a previsão é de EBTDA de € 5,4 bilhões, e aumento do endividamento líquido para € 17,6 bilhões em razão do pagamento das licenças de espectro recentes obtidas na Itália e no Brasil.

O grupo avisa que o plano estratégico de 2022 a 2024 já está sob análise do conselho de administração, assim como o guidance para o período. As estimativas vão contabilizar, avisa, a consolidação da Oi Móvel e a reorganização de ativos “exigida para enfrentar um contexto competitivo desafiador”.

Uma reorganização já era prevista. A empresa já havia reduzido suas metas em outubro, quando antecipou piora do mercado italiano e avisou que pretende vender ativos. No Brasil, o CEO Pietro Labriola disse também em outubro que a operadora estava preparando diferentes unidades de negócios para separação estrutural e possível venda parcial – em que se manteria como acionista. Tais unidades seriam de publicidade móvel e internet das coisas para o agronegócio.

“Uma unidade com receita de R$ 30, R$ 40 milhões dentro da TIM pode não ser significativa em termos de faturamento. Mas e se for para o mercado, pode gerar valor para nosso acionista e se tornar um unicórnio? Nisso que estamos trabalhando”, afirmou em outubro.

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!