TikTok escolhe Oracle e rejeita Microsoft

TikTok escolhe Oracle e rejeita MicrosoftA plataforma de compartilhamento de vídeo chinesa TikTok, teria escolhido a Oracle como seu ‘parceiro de tecnologia confiável’ para suas operações nos Estados Unidos. O negócio foi fechado apenas uma hora depois que a empresa chinesa recusou um acordo da Microsoft.
Uma ordem executiva do presidente americano Trump deu à ByteDance até 15 de setembro para vender as operações americanas da TikTok para uma empresa americana, ou encerrar as atividades naquele país.

O caso TikTok

TikTok escolhe Oracle e rejeita Microsoft

Seguindo o pedido, a TikTok escolheu a Oracle como um ‘parceiro de tecnologia confiável’, rejeitando a oferta da Microsoft de adquirir a plataforma de compartilhamento de vídeo chinesa. Várias empresas americanas, incluindo Microsoft, Twitter e Oracle, estavam na corrida para adquirir os negócios da TikTok nos Estados Unidos.
A Microsoft pretendia adquirir as operações da TikTok não apenas nos EUA, mas também na Austrália, Nova Zelândia e Canadá. Portanto, a ordem do governo norte-americano foi cumprida mas não saiu exatamente como se esperava.

Escalas a favor?

Os últimos meses foram difíceis para as empresas chinesas, após as desavenças do governo chinês com o resto do mundo. Aplicativos, jogos e produtos chineses foram banidos em países como Índia, Paquistão e EUA. O TikTok é uma plataforma que sofreu grandes críticas.
Mesmo quando a Ordem Executiva contra o ByteDance obrigou que a empresa vendesse, ela encontrou uma maneira de contornar, fazendo parceria com a Oracle. É uma jogada inteligente, já que a Oracle conta com a simpatia do governo dos Estados Unidos, o que pode ajudar a TikTok a cortar alguns caminhos.
A Oracle também é um fornecedor líder de agências federais e de defesa nos Estados Unidos. A gigantesca empresa de software de banco de dados poderia fornecer a segurança aos dados de cidadãos americanos que a Ordem Executiva estava buscando. O presidente Trump também concordou com a Oracle como uma ‘grande empresa’ para o TikTok no mês passado.

FONTE: Blog SempreUpdate
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.