Telecom precisa de segurança jurídica e regulatória


Para o executivo, o decreto 10.402/20, que autorizou a renovação sucessiva e onerosa das frequências de celular foi importante para preservar os investimentos no setor. “Imagina se uma operador perdesse o espectro em curto espaço de tempo, não teríamos mais condições técnicas de atender os nossos milhões de clientes”, afirmou.

FONTE: TeleSíntese
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.