Telecom Italia anuncia mais um sócio na FiberCop

WirLab adere a oferta de co-investimnto da FiberCop

A WirLab, companhia italiana multi-utility com serviços de internet, é a mais nova participante da oferta de co-investimento de fibra da FiberCop. Conforme contrato assinado pelas empresas, a WirLab será responsável por levar acesso secundário de fibra óptica a nove municípios. As cidades estão localizadas na região de Campânia. São elas: Ischia, Procida, Casamicciola, Forio, Pompei, Scafati, Sant’Antonio Abate, Santa Maria La Carità e Lioni.

A entrada da WirLab no projeto de co-investimento segue o de outras provedoras, como a operadora de banda larga Connectivia, que aderiu à FiberCop em novembro. O projeto também conta com investimento da Telecom Itália, dona da TIM, KKR Infrastructure e Fastweb.

O objetivo da FiberCop é garantir a conectividade de 75% das áreas italianas com pouca ou nenhuma conexão até 2025. Isso engloba 1.610 municípios da Itália. “O acordo alcançado confirma a efetividade do modelo de co-investimento, que permite a participação de todos os operadores na entrega de fibra óptica na Itália em cenário de competição de infrastrutura”, afirma a Telecom Itália, em nota.

O modelo de co-investimento da FiberCop se baseia no compartilhamento no risco de longo prazo. Outras empresas poderão se juntar ao projeto após 2021, mas deverão se comprometer com uma taxa, sob a justificativa de que os investidores iniciais aceitaram riscos maiores.

A FiberCop surgiu em 2020 após a Telecom Itália fechar acordo com a KKR Infrastructure e FastWeb. Segundo o contrato, a TIM domina 58% dos ativos da companhia, a KKR, 37,5% e a FastWeb, 4,5%. A TIM também assinou um Memorando de Entendimento com a Tiscali para estabelecer os termos de uma parceria estratégica com o objetivo de desenvolver o mercado de ultra banda larga por meio da participação econômica da Tiscali no plano de co-investimento da FiberCop.

A formação da empresa de infraestrutura de fibra também precisou passar pelo aval da Comissão Europeia. O órgão  considerou que a criação da FiberCop não desrespeita a European Merger Regulation, que regula fusões entre entidades. (Com assessoria de imprensa)

 

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!