Sites do governo federal ficam inacessíveis nesta manhã

Sites do governo federal ficam inacessíveis nesta manhã
Crédito: Freepik

Sites do governo federal começaram a apresentar instabilidade ou mesmo a ficar fora do ar na manhã desta terça-feira, 14. Por volta das 9h, as páginas da Anatel, do Ministério da Economia, do Ministério do Trabalho e Previdência Social e do Gov.br não podiam ser acessadas.

A equipe do Tele Síntese entrou em contato com os órgãos, mas não obteve, até o momento, resposta sobre o que deixou os portais inacessíveis temporariamente. A Polícia Federal também foi contatada para explicar se foi acionada a respeito do apagão desta manhã, mas também não deu retorno.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) admitiu, na noite desta segunda-feira, 13, que ocorreram novos ataques de hackers contra órgãos do governo federal. O GSI não informou quais sites e serviços dos órgãos foram atacados. “Ocorreram incidentes cibernéticos contra órgãos de governo em ambiente de nuvem”.

No comunicado consta que os provedores de serviços em nuvem estão cooperando com o Executivo para resolver o problema e que o governo está atuando “de forma coordenada para a retomada dos serviços, que estão sendo reativados à medida em que o tratamento ocorre”. O texto também diz que diversas equipes estão sendo “orientadas sobre os procedimentos de preservação de evidências” e que as “orientações emitidas têm seguido rigorosamente as boas práticas de tratamento de incidentes”, revelou a nota.

Na noite desta segunda-feira, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, acabou admitindo, apesar da demora, que houve outra tentativa de ataque ao site da pasta. Desde sexta-feira, 10, site e aplicativos, como o ConecteSUS, do Ministério da Saúde, sofrem constantes ataques de hackers.

Na mira dos hackers

Ataques a órgãos do governo sido uma frequência. Em dezembro, a Previdência Social foi alvo dos hackers. Todos os computadores da pasta e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foram afetados. Outras páginas do governo federal também ficaram fora do ar, como a do Ministério do Trabalho. A Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia, também foi invadida em agosto.

No ano passado, vários órgãos dos Poderes Executivo e Judiciário foram atacados por hackers. Os sistemas do Datasus, do Ministério da Saúde e do Superior Tribunal de Justiça foram vítimas dos hackers. No Supremo, os hackers bloquearam a base de dados dos processos. O caso foi considerado por peritos como o mais grave ataque cibernético em órgãos públicos brasileiros até então. Na ocasião, a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia emitiu um alerta a todos os órgãos federais.

FONTE: TeleSíntese
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.