SES quer US$ 1,8 bilhão da Intelsat

A operadora de satélites SES está processando a Intelsat com objetivo de obter US$ 1,8 bilhão. O processo se deve à saída abrupta da Intelsat da associção C-Band Alliance (CBA), criada com o fito de organizar a entrega, por parte das operadoras de satélites dos Estados Unidos, e espectro da banda C para as operadoras móveis.

Em fevereiro, a Intelsat rompeu o acordo de trabalho conjunto entre as empresas e aderiu aos planos da FCC (Federal Communications Commission), unilateralmente. Ao fazer isso, aceitou receber cerca de US$ 4,9 bilhões. Enquanto a SES receberá cerca de US$ 4 bilhões pelo espectro.

A SES alega que os membros da CBA concordaram em dividir igualmente qualquer produto do leilão da banda C. E, ao desistir da CBA, a Intelsat “repudiou suas obrigações” nos termos da parceria do grupo. (Com agências internacionais)

FONTE: TeleSíntese
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!