Serviço de pagamentos por WhatsApp chega ao Brasil

O serviço de pagamentos no WhatsApp chegou ao Brasil hoje, 4, após o Facebook Pagamentos do Brasil Ltda obter aprovação para se tornar um iniciador de pagamentos para transferências entre pessoas físicas. A empresa disponibilizará o serviço gradualmente nas próximas semanas em todo o país. Já os pagamentos para empresas serão ativados no futuro após aprovação.

O Facebook já havia lançado pagamentos via WhatsApp em junho de 2020. Porém, no mesmo mês, o Banco Central suspendeu o serviço com o intuito de “preservar um adequado ambiente competitivo”. A entidade financeira ainda afirmou que a medida serviria para avaliar se há riscos para o funcionamento do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e se o serviço segue as leis brasileiros.

O Banco Central está entre os parceiros do Facebook, com o qual continua a trabalhar para disponibilizar pagamentos a empresas. Inicialmente, o serviço será habilitado para usuários com cartões de débito, pré-pago ou combo do Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi, com as bandeiras Visa e Mastercard. Operado pela Cielo, o modelo segue aberto para outras empresas interessadas em se tornarem parceiras.

O serviço não tem taxas e funciona por meio do Facebook Pay, uma forma simples e segura de efetuar pagamentos nos aplicativos do Facebook. Várias camadas de segurança protegem transferências e pagamentos, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis.

Como funciona

As pessoas podem enviar até R$ 1 mil por transação e receber 20 transações por dia. Por mês, o limite é de R$ 5 mil, sendo que os bancos parceiros podem estabelecer um limite menor para transações.

Para começar a usar, as pessoas devem adicionar o cartão de um banco parceiro, escolher uma pessoa para enviar o dinheiro e clicar para adicionar a transação. O destinatário poderá visualizar o pagamento direto na conversa com o remetente. Uma conta habilita o serviço de outras automaticamente ao enviar uma transferência. Os bancos parceiros também podem convidar seus clientes para se inscrever e usar os pagamentos no WhatsApp.

Em seu pronunciamento sobre o serviço, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, ressaltou que o Brasil é um dos primeiros países a receber o serviço. “Vamos deixar tudo mais fácil para que você possa usar as mesmas informações de pagamentos do WhatsApp também no Facebook e no Instagram”, disse. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!