Sercomtel inicia PDV com indenizações de até 18 salários

Fachada da Sercomtel, em Londrina (Foto: Devanir Parra/Divulgação)

A Sercomtel inicia amanhã, 27, seu Programa de Demissão Voluntária (PDV). Os funcionários que aderirem ao programa terão uma indenização de até 18 remunerações, número que pode variar conforme o tempo de contribuição, além das verbas rescisórias inerentes ao pedido de demissão.

Veja na tabela abaixo o valor da indenização em relação ao tempo de contribuição:

O programa se estende a todos empregados, independentemente  do cargo, estabilidade (licença maternidade, diretores sindicais e outros casos previstos em lei), função, forma de contratação, situação do contrato de trabalho ou local da prestação do serviço.

Os funcionários que desejarem poderão aderir ao programa até o dia 2 de fevereiro. O número de rescisões de contratos “vai depender dos valores a serem pagos a cada colaborador, já que o plano prevê o pagamento escalonado, de acordo com o tempo de casa e salário que cada um recebe”, explica Márcio Tiago Arruda, presidente da Sercomtel.

De sociedade mista à empresa privada

A nova administração da empresa, que deixou de ser sociedade de economia mista e passou à iniciativa privada em 2020, irá trabalhar neste plano com meta financeira. A operadora investirá R$ 25 milhões no programa, que terminará quando a meta for atingida. Os 450 mil funcionários da Sercomtel, tornam a empresa pouco competitiva, segundo Arruda. Para ele, a redução de funcionários é essencial a fim de que a empresa retome seu protagonismo.

Em dezembro do ano passado, a Anatel aprovou a venda da Sercomtel para o Fundo Bordeaux, do empresário Nelson Tanure. Até então, a operadora era controlada pela Prefeitura de Londrina, no Paraná. Na ocasião, Marcelo Belinati, prefeito da cidade, afirmou que a instabilidade econômica da Sercomtel colocava em risco as finanças da cidade.

A Anatel abriu em 2017 um processo para apurar capacidade econômico-financeira e de prestar serviços da Sercomtel, que pode resultar em cassação de suas licenças. O Fundo Bordeaux ao assumir a empresa, herdou também suas dívidas de quase R$ 600 milhões. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.