RJ: Radioamadores são homenageados por atuação durante tragédia na região serrana

Por Alisson, PR7GA

Há dez anos, em 12 de janeiro de 2011, uma tragédia inimaginável acontecia na região do Estado do Rio de Janeiro conhecida como “região serrana”, que agrega cidades como Petrópolis e Teresópolis. Chuvas intensas, deslizamentos de terra e outros sinistros vitimaram mais de 1200 pessoas, entre mortos e desaparecidos, e mais de 30 mil pessoas ficaram desabrigadas, naquele que foi considerado o pior desastre climático da história do país até hoje. Saiba mais acessando a Wikipedia.

Em meio ao caos que se instalou na ocasião, um grupo de radioamadores se colocou à disposição das autoridades e partiram para a ação. Era a ROER, Rede de Operações de Emergência de Radioamadores.

Os radioamadores tiveram um papel fundamental para que houvesse comunicações entre as equipes de socorro, bombeiros, autoridades, resgates, salvamento de vidas, etc., já que todo o sistema de comunicações entrou em pane e não funcionava. O único meio de comunicações que funcionou foi através do radioamadorismo. A experiência nos mostra que isso sempre ocorre, a nível mundial.

Sua atuação foi tão importante que gerou reconhecimento até internacional. Deixemos que eles mesmos contem um pouco de sua história:

Desde 2010, um grupo de radioamadores de Petrópolis se organizavam para poder ajudar os órgãos públicos e a população da cidade em caso de alguma situação de emergência, calamidade pública ou catástrofe natural. Em janeiro de 2011, ainda sem que a instituição estivesse oficialmente criada, esses mesmos radioamadores participaram nas operações de busca e resgate durante o desastre no Vale do Cuiabá, na região serrana do Rio de Janeiro, como apoio às comunicações do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e demais órgãos públicos presentes em campo.


Por nossa participação nessa operação e já juridicamente constituída, a ROER foi a primeira instituição do hemisfério sul a ganhar, em agosto de 2011 , o prêmio internacional Die Goldenne Antenna, o Oscar do Radioamadorismo Mundial. Esse prêmio é tão importante no mundo radioamadorístico que resolvemos estilizá-lo em nossa logomarca atual.


Em 2012 a ROER recebeu o Título de Utilidade Pública Municipal e em 2016 o Prêmio Padre Quinha entregue pela Câmara de Municipal de Petrópolis.


Além desses prêmios, recebemos também inúmeras outras premiações, menções congratulatórias e ofícios de agradecimento de várias instituições e órgãos públicos.



No dia 12/01/2021, exatamente um ano após o ocorrido, em solenidade aonde a tragédia foi relembrada pelos poderes públicos, os radioamadores da ROER foram lembrados e homenageados.  Veja fotos do evento publicadas no Facebook do grupo:


A ROER Petrópolis esteve presente na cerimônia de lembrança dos 10 anos da tragédia da Região serrana e dois de nossos…

Publicado por ROER Petrópolis em Segunda-feira, 11 de janeiro de 2021


Por fim, citamos nominalmente, em ordem alfabética, os voluntários/radioamadores que operaram na catástrofe, em 2011:
  • Alan Alves da Silva – PU1KAC / PX1K9781
  • Amarildo Sinigali Moreira – PY1AR
  • Carlos Borges – PY1AZ
  • Celso Galluci Pinheiro (falecido) – PY1VQV
  • Fabio Hoelz – PY1ZV
  • Felipe Hartmann Dias Ribeiro – PY1TR
  • Fernando Cerqueira Pereira Rodrigues – PU1MKZ / PX1W1650
  • Gilberto dos Santos Lourenço – PU1JEE
  • Jorge de Azevedo – PU1VCA / PX1K3122
  • Jose Carlos Oliveira (falecido) – PY1KY
  • Luiz Alberto Alves Azevedo – PU1PTS
  • Marcelo Esteves Freire – PU1MEF
  • Maria da Penha Corrêa Torres Pinheiro
  • Morosini
  • Paulo Cesar Tomé – PU1PCT
  • Rogério Almeida Oliveira – PU1RAO
  • Renan de Almeida – PU1ARE
  • Valério Ricardo Gomes – PY1WZ
  • Wallace Bastos dos Santos – PU1WBS
  • Walter de Freitas Lima – PU1JAT

O QTC da ECRA mais uma vez parabeniza aos colegas da ROER pelo seu inestimável trabalho de utilidade pública e divulgação do radioamadorismo!

Receba em primeira mão as notícias publicadas no QTC da ECRA!

Se você usa Whatsapp, acesse ZAP.ECRA.CLUB
Se você usa Telegram, acesse TELEGRAM.ECRA.CLUB
Ou siga o QTC da ECRA no Twitter: TWITTER.COM/QTCECRA

FONTE: Blog QTC da ECRA
Agradecimentos aos autores originais desta publicação! Até a próxima!