Raspberry Pi OS de 64 bits melhora desempenho do YouTube em 1080p

Raspberry Pi OS de 64 bits melhora desempenho do YouTube em 1080pSe você ainda não é fã dessa maquininha que é um excelente computador single board, acaba de ganhar (ou perder) mais um motivo para adotá-lo. É que além dos avanços de hardware do novo Raspberry Pi 4 com até 8GB de RAM, agora temos melhorias importantes em relação ao principal sistema operacional. O antigo Raspbian, agora Raspberry Pi OS de 64 bits, melhora desempenho do YouTube em 1080p.
Na verdade, desde a chegada do Raspberry Pi em 2012, existe um sistema operacional Raspberry Pi de 32 bits, (Raspbian) como o sistema operacional padrão. O Raspberry Pi 3 introduziu a primeira CPU com capacidade de 64 bits. No entanto, o sistema operacional permaneceu com 32 bits. Isso continuou até o final de maio de 2020, que viu o lançamento da imagem beta do Raspberry Pi OS de 64 bits lançado ao público. O sistema operacional de 64 bits funciona com o Raspberry Pi 2 (v1.2 apenas com a mesma CPU do Pi 3), 3 e 4. Ele pode ser facilmente baixado nos fóruns do Raspberry Pi.

Raspberry Pi OS de 64 bits melhora desempenho do YouTube em 1080p

O teste beta está em andamento. No entanto, uma das atualizações mais recentes ajuda de alguma maneira a lidar com a reprodução instável de vídeos do YouTube 1080P no Chromium. O YouTuber leepspvideo criou um vídeo mostrando a melhoria, que parece funcionar melhor com alguns vídeos do que outros.
Raspberry Pi OS de 64 bits melhora desempenho do YouTube em 1080p

Para atualizar o Chromium junto com outras atualizações e correções do Raspberry Pi OS de 64 bits, abra um terminal e insira este comando.

sudo apt update && sudo apt upgrade -y

Se você possui o Raspberry Pi OS de 32 ou 64 bits, pode transmitir o YouTube e o Netflix no seu Raspberry Pi por meio de uma versão modificada do Chromium, na qual é possível  instalar o Chromium (Media Edition).
Fique de olho no GitHub do Raspberry Pi para obter as últimas edições e atualizações.

FONTE: Blog SempreUpdate
(Acesse o website do autor da publicação para mais detalhes)