Radioamadorismo é destaque em curta-metragem de suspense baseado em fatos reais

Por Alisson, PR7GA

O Radioamadorismo é destaque em um novo curta-metragem de ficção científica e suspense entitulado “Decommissioned” (“Desativado”). Inspirado em eventos reais, o filme traz de volta o traje espacial transformado em satélite que transmitiu mensagens em 2 metros ao orbitar a Terra, em 2006. Era o projeto SuitSat 1. Veja mais sobre o projeto SuitSat logo abaixo.

O filme

No filme de 6 minutos, um SuitSat retorna no futuro para assombrar o comandante “Diaz”, da Estação Espacial Internacional, interpretado pelo ator Joey Vieira. 
O filme inicia com imagens originais do lançamento do SuitSat 1. Enquanto o comandante está tirando fotos a partir da cúpula de observação da ISS, ele avista um objeto distante vindo em sua direção, o que o faz chamar Houston via rádio, preocupado. O controle da missão tranquiliza o comandante, dizendo que se houvesse algum motivo para alarme, eles seriam alertados.
Conforme o objeto se aproxima, Diaz reconhece-o como sendo realmente um SuitSat. Ele então ouve a mensagem “Este é o SuitSat” via equipamento de radioamador, confirmando a suspeita.
“Houston, você não vai acreditar nisso. Estou captando transmissões no rádio que parecem ser do experimento SuitSat”, diz ele para o controle de missão. “É o SuitSat! Estou vendo o SuitSat!” “SuitSat reentrou na atmosfera e queimou anos atrás”, responde o controle de missão. “É impossível.” Para saber o que vem em seguida, assista ao filme de seis minutos. Mesmo sem legendas em português, não é difícil entender o desenrolar da história e principalmente o final. Veja:

Decommissioned foi produzido pela Perception Pictures e dirigido pelo cineasta australiano Josh Tanner. Ele disse ao site Gizmodo que produziu o filme “usando a tecnologia Unreal Engine, utilizada na série The Mandalorian, embora com recursos caseiros em contraste com a alta tecnologia utilizada na série da Disney.

Os fatos reais

No projeto SuitSat-1 real, um Radioamador que integrava a equipe da Estação Espacial Internacional (ARISS) reaproveitou um traje espacial russo Orlan desativado, instalando nele um transmissor para que funcionasse como um satélite, orbitando a Terra.

Rosalie White, K1STO, representante da ARISS nos Estados Unidos para a ARRL explicou que “a ARISS projetou e construiu o equipamento de rádio e sua respectiva antena, os quais foram aprovados para a instalação no traje. Daí, o cosmonauta Valeri Tokarev e o comandante Bill McArthur, KC5ACR, colocaram o projeto SuitSat-1 em órbita durante uma caminhada no espaço”. Após o lançamento, o SuitSat-1 transmitiu uma mensagem de voz que dizia “Este é SuitSat-1 RS0RS!” em vários idiomas, além de telemetria e uma imagem SSTV num ciclo de 8 minutos enquanto orbitava a Terra.
SuitSat-1 – chamado Radioskaf ou Radio Sputnik em russo – teve tanto sucesso que outro traje espacial Orlan desativado foi posteriormente reformado e lançado como SuitSat-2. Os SuitSats originais foram retirados de órbita para queimar na atmosfera da Terra após o fim de suas vidas úteis.
Uma curiosidade contada por Rosalie sobre o SuitSat 1: “Depois que os engenheiros da ARISS calcularam a órbita e as características de rotação do SuitSat-1, eles perceberam que as pernas e os braços do traje teriam que ser preenchidos com algo, então pediram à tripulação para colocar suas roupas sujas lá dentro”. 
Sobre o filme, ela ainda disse que ele fez bastante sucesso em uma reunião recente da ARISS. 



Fontes:

https://io9.gizmodo.com/an-astronaut-has-an-unwelcome-and-possibly-undead-visit-1846085578/


Receba em primeira mão as notícias publicadas no QTC da ECRA!

Se você usa Whatsapp, acesse ZAP.ECRA.CLUB
Se você usa Telegram, acesse TELEGRAM.ECRA.CLUB
Ou siga o QTC da ECRA no Twitter: TWITTER.COM/QTCECRA

FONTE: Blog QTC da ECRA
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.