Quem é Quem na banda larga fixa traz projeção de demanda para cinco anos

A região Nordeste vem alcançando uma grande transformação em seu desenvolvimento e os provedores regionais têm importante papel nesse processo. Dos 36 milhões de acessos banda larga fixa do país, 5,1 milhões estão no Nordeste – pouco mais de 2 milhões de linhas são das três grandes operadoras e o restante dos ISPs e das competitivas. Na soma, estes dois players já ultrapassaram as grandes operadoras em numero de acessos.

As informações são do Relatório Analítico sobre Banda Larga Fixa Competitiva no Brasil, que mostra quem é quem no mercado de ISPs. O primeiro relatório traz um panorama da banda larga no Nordeste, com ênfase na atuação dos 1755 provedores regionais (ISPs) que atuam na região.

A Futurion faz o cruzamento de dados públicos e trata as informações com o uso de técnicas de mineração de dados e big data, o que permite o fornecimento de insights e análises do setor e indica, por exemplo, a demanda para os próximos cinco anos em cada estado do Nordeste.

O relatório ISP – Quem é Quem, uma produção conjunta da consultoria Futurion e do Tele.Síntese, faz um recorte da atuação dos operadores regionais por estado, com destaque para as empresas competitivas de maior porte, que não detêm Poder de Mercado Significativo (PMS),  traz o porte desses provedores e aponta o número de ISPs por municípios, indicando onde já existe competição acirrada e onde não há competição.

Acesse aqui. É gratuito!

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!