Processadores AMD EPYC aceleram a capacidade de computação de alto desempenho no supercomputador Perlmutter

Hoje, a AMD juntou-se ao National Energy Research Scientific Computing Center (NERSC), Lawrence Berkeley National Laboratory (Berkeley Lab) e outros para revelar o novo supercomputador Perlmutter com tecnologia dos processadores AMD EPYC Series 7003™. O novo supercomputador do Berkeley Lab fornecerá quatro vezes a capacidade computacional atualmente disponível no NERSC, tornando-o um dos supercomputadores mais rápidos do mundo para simulação científica, análise de dados e inteligência artificial (IA). Assim, os processadores AMD EPYC aceleram a capacidade de computação de alto desempenho no supercomputador Perlmutter.

Em desenvolvimento desde 2019, o novo sistema tira proveito da performance de carga de trabalho em computação de alto desempenho (HPC) líder da indústria, oferecido pelos novos processadores AMD EPYC de 3ª geração para facilitar pesquisas mais rápidas e avançadas em clima, energia limpa, semicondutores, microeletrônica e ciência da informação quântica.

A AMD está extremamente orgulhosa de trabalhar com nossos parceiros estratégicos para expandir os limites da HPC em áreas que incluem pesquisa científica e ambiental, avanços médicos e inteligência artificial, disse Forrest Norrod, vice-presidente sênior e gerente geral de Data Center e Embedded Solutions Business Group na AMD. O novo supercomputador Perlmutter da NERSC irá conduzir a próxima onda de descobertas que ajudarão a resolver os maiores desafios do mundo.

Processadores AMD EPYC aceleram a capacidade de computação de alto desempenho no supercomputador Perlmutter

Processadores AMD EPYC aceleram a capacidade de computação de alto desempenho no supercomputador Perlmutter

“Nosso trabalho com parceiros importantes como a AMD nos permite aumentar significativamente nosso poder de computação e ampliar nosso espectro de capacidades científicas”, disse Sudip Dosanjh, Diretor do NERSC. “Perlmutter permitirá uma gama maior de aplicações do que os sistemas NERSC anteriores e é o primeiro supercomputador NERSC projetado desde o início para atender às necessidades de simulação e análise de dados.”

Perlmutter, nomeado em homenagem ao astrofísico vencedor do Prêmio Nobel Saul Perlmutter, está sendo entregue em duas fases. A Fase 1 agora está sendo implantada e apresenta 1.536 nós, cada um com um processador AMD EPYC 7763 e quatro GPUs Tensor Core NVIDIA NVlink conectadas. A Fase 1 também inclui um sistema de arquivos Lustre totalmente em flash de 35 PB que fornecerá armazenamento de largura de banda muito alta. Prevista para o final deste ano, a fase 2 adicionará mais 3.072 nós apenas de CPU, cada um com dois processadores AMD EPYC 7763 e 512 GB de memória por nó.

Recursos de apoio

Saiba mais sobre os processadores AMD EPYC aquiVeja mais sobre PerlmutterLeia mais sobre AMD Exascale Computing TechnologiesVeja demonstrações, vídeos e mais sobre os processadores AMD EPYC 7003 seriesSiga a AMD no Twitter

FONTE: Blog SempreUpdate
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.