Principal fabricante de chips chinês está na lista negra do governo dos EUA

Principal fabricante de chips chinês está na lista negra do governo dos EUAPrincipal fabricante de chips chinês está na lista negra do governo dos EUAO Departamento de Defesa dos Estados Unidos acrescentou a maior fabricante de chips da China, a SMIC, a uma lista negra de empresas que supostamente têm ligações com os militares chineses.
A empresa estava programada para produzir 70% do silício da China até 2025; mas, com essas novas restrições, esses planos podem ser adiados.

Principal fabricante de chips chinês está na lista negra do governo dos EUA

Atualmente, a fabricante de chips SMIC (fundada em 2000) produz cerca de 20% das GPUs, CPUs e chips de rede da China. A empresa tem planos de aumentar esse número por meio de financiamento do governo chinês e de investidores privados.
Principal fabricante de chips chinês está na lista negra do governo dos EUAA empresa estava programada para produzir 70% do silício da China até 2025.
Assinada pelo presidente Donald Trump em novembro, esta lista segue uma estratégia para limitar o desenvolvimento militar chinês. Assim, os órgãos americanos não podem mais investir na empresa ou negociar suas ações.
Em um comunicado, a SMIC disse que não tem laços com militares chineses. Hua Chunying, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, afirmou:
Os EUA deveriam parar de abusar do poder nacional e dos conceitos de segurança nacional para suprimir empresas estrangeiras.
Nos últimos anos, a China aplicou recursos significativos para obter independência tecnológica de produtores internacionais; e o governo nacional tem sido um dos maiores investidores da empresa.
A SMIC não é atualmente capaz de produzir chips modernos de 5 nm ou 7 nm que são usados nos melhores e mais recentes smartphones.
As estimativas atuais sugerem que a empresa está dois anos atrás da maré, em grande parte devido a restrições comerciais impostas pelos EUA.
Em 2018, a SMIC aparentemente tentou comprar uma máquina de litografia moderna e cara do único outro produtor capaz, uma empresa da Holanda, mas esse negócio também foi prejudicado por órgãos americanos.
Tech Spot

FONTE: Blog SempreUpdate
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.