Para conter avanço no Tik Tok, YouTube lança modalidade Shorts no Brasil

O YouTube Shorts, plataforma para assistir e criar vídeos curtos no YouTube, chegou hoje, 7, ao Brasil, após passar pela aprovação do público na Índia e nos Estados Unidos. O aplicativo permite vídeos de até 60 segundos na vertical. O Shorts irá competir com o TikTok, que também possui como propósito a produção de vídeos curtos e divertidos.

Ao longo das últimas semanas, alguns espectadores brasileiros já conseguiram acessar e assistir a alguns Shorts produzidos pela comunidade global de YouTubers. A partir de agora, qualquer pessoa poderá produzir e compartilhar os seus vídeos curtos no aplicativo do YouTube.

O aplicativo traz a possibilidade de usar os áudios de vídeos disponíveis na plataforma. Os criadores que desejam que seu vídeo seja remixado por outros poderão desativar essa opção. O YouTube também fez acordos com gravadoras e produtoras musicais para que artistas e criadores tenham uma biblioteca de sons e faixas musicais para usar.

A empresa anunciou o surgimento do Shorts em setembro de 2020, com o lançamento de uma versão beta na Índia. No país, os canais que utilizam a ferramenta mais do que triplicaram desde o início de dezembro. A funcionalidade chegou aos Estados Unidos em março deste ano. O player do YouTube Shorts ultrapassou 6,5 bilhões de visualizações diárias globalmente.

Nos próximos meses, o YouTube informou que continuará a introduz mais recursos. Isso incluirá opções futuras de monetização e novas ferramentas de criação, experiência de reprodução. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
(Acesse o website do autor da publicação para mais detalhes)