Para Claro, rede DSS é 5G e terá grande adesão até o final do ano

A Claro crê que a experiência do cliente é o maior benefício do 5G. E não precisa esperar o leilão, as redes DSS já oferecessem velocidades a partir de 100 Mbps a 400 Mbps, comparadas a oferecidas por fibra óptica. A avaliação é do presidente da unidade de consumo e empresas da Claro, Paulo Cesar Teixeira. Segundo ele, no final do ano, com aparelhos mais baratos – em torno de R$ 2 mil e já prontos para a banda C – essas redes serão mais significativas e terão grande adesão. 

A operadora tem rede DSS em 14 estados e não cobra nada a mais ao consumidor que compra um aparelho 5G. “Tem sido uma experiência bem significativa para esses usuários”, disse Teixeira. 

Com mais banda, que será propiciada pelo leilão, a Claro prevê a participação na cadeia de valor de outros segmentos, porque a tecnologia é inovadora e habilitadora. “É a grande oportunidade que as operadoras têm de trabalharem com indústrias de uma maneira geral para aportarem soluções inovadoras e fazerem a complementariedade necessária para aumentar a eficiência e produtividade desses setores”, afirma. 

Para o executivo, o diferencial competitivo se dará na qualidade do serviço oferecido. “O cliente é mandatário e vai preferir a melhor experiência, no mercado B2B a competição será mais dura”, entende. Ele disse que a Claro se beneficiou na evolução do 4G por ter uma rede melhor. 

A preocupação é com a remuneração dos serviços e os custos do leilão. Teixeira disse que as obrigações que estão no leilão são muito pesadas e o certame tende a ser pouco atraente. “Se comparadas as obrigações com o Arpu pequeno, veremos que o custo é alto”, disse. Apesar disso, afirma que a Claro não elevará o volume de investimentos, hoje na casa de R$ 10 bilhões por ano. “Teremos que fazer escolhas”, disse. 

O diretor da Claro acredita que é possível que um investidor entre no leilão visando uma rede neutra, mas entende que, nesse caso, é preciso ter uma âncora para participar e de assegurar algum tipo de receita. E recomendou que esse interessado faça muitas contas antes de entrar. 

A Claro deve comprar um lote da faixa de 3,5 GHz de 100 MHz, outra no 26 GHz para o futuro e, a depender do preço e das obrigações, uma na de 2,3 GHz, para o caso da necessidade de completar alguma rede. A faixa de 700 MHz está proibida para as grandes operadoras. 

Rede fixa 

A Claro é a única operadora que ainda não lançou uma unidade de negócio de rede fixa neutra. Apesar disso, Teixeira disse que há planos para expandir o número de casas fibradas em dois milhões, além da modernização da rede atual.  

Para Teixeira, o custo menor para implantação de redes de fibra ópticas pode levar a um excesso de oferta em pouco tempo. O diretor da Claro foi um dos participantes do painel sobre 5G no evento promovido pelo Teletime. 

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)