Operadoras e TSE firmam acordo de zero-rating

As operadoras de telefonia móvel vão conceder acesso gratuito dos eleitores ao site da Justiça Eleitoral durante todo o pleito de 2020, até 29 de novembro.

O anúncio da iniciativa foi realizado hoje, 29 de setembro, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, e pelo presidente executivo do Conexis (antigo Sinditelebrasil), durante evento online.

Na ocasião, eles firmaram um memorando de entendimento, pelo qual as teles assumem o compromisso de não cobrar pelo acesso ao site do tribunal. De acordo com a Conexis, a iniciativa tem objetivo de facilitar o acesso dos eleitores a informações confiáveis sobre o processo eleitoral.

O TSE promove o Programa de Enfrentamento à Desinformação com foco nas Eleições 2020 e terá uma página dedicada a notícias sobre o processo eleitoral checadas por uma coalizão de agências. A página também poderá ser acessada pelos celulares sem consumo do pacote de dados em www.justicaeleitoral.jus.br. O programa tem mais de 50 parceiros, entre empresas, associações e partidos políticos.

“Os eleitores de menor rende brasileiros, como se sabe, têm pacotes de dados limitados. Se não houvesse esse acordo, seria impossível para eles terem acesso às informações que pretendemos oferecer”, afirmou Barroso.

A prática do zero-rating, como é chamado o acesso livre de franquia para navegação por certos sites ou apps na internet, é prática corriqueira. Neste ano, as operadoras isentaram a cobrança de tráfego quando o usuário acessa o site da Caixa, a fim de facilitar a obtenção do auxílio emergencial. O app do Ministério da Saúde também teve a navegação isenta.

FONTE: TeleSíntese
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.