Ookla compra a Rootmetrics

Ookla adquiri Rootmetrics e amplia portfólio. Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

A empresa de teste de internet, Ookla adquiriu a RootMetrics, que oferece informações sobre o desempenho da rede móvel, da IHS Martik.

“Ookla somado a RootMetrics viabiliza completamente a avaliação de rede de medição de multidões, testes controlados e percepção do consumidor, com um modelo de negócios sustentável que deve prosperar durante a revolução de privacidade”, afirma o CEO e co-fundador da Ookla, Doug Suttles.

A junção das duas companhias visa atrair operadores móveis, fornecedores de infraestrutura e governo, com ofertas de análise de performance de rede, produtos de software, teste de capacidades e metodologia de ciências de dados. Recentemente, a companhia adquiriu também a plataforma Wind. Com as aquisições, a Ookla busca ampliar seu portfólio para o teste de direção tradicional, teste de caminhada interna e monitoramento de evento ao vivo. 

Ookla mede velocidade das operadoras móveis no Brasil

As propostas das duas empresas são bastante diferentes. O aplicativo Speedtest, do Ookla, permite que usuários chequem a velocidade em que seus dados são transferidos de seu dispositivo para um servidor de teste. Já o RootMetrics coleta dados de rede em certas localizações várias vezes por dia. 

O levantamento do aplicativo Speedtest foi o responsável por indicar o aumento da velocidade média de banda larga no segundo trimestre deste ano. A plataforma registrou médias de downloads de 32,42 Mbps em abril, 32,88 Mbps em maio e 32,73 Mps em junho. Melhor que no primeiro trimestre, em que a média foi de pouco mais de 29 Mbps entre janeiro e março.

A Ookla também fez um ranking das operadoras móveis no mesmo semetre. Usando um índice que leva em conta a velocidade de download e a de upload, concluiu que a Claro tem a banda larga móvel mais rápida, com índice de 42,61 pontos. Em seguida vêm a Vivo (34,42), TIM (26,65) e Oi (22,90). 90% do valor desse índice é resultante da velocidade média de download. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)