Oi Fibra chega a SP com ofertas competitivas e meta de atingir 400 mil assinantes em 2021

A Oi Fibra chega a São Paulo com um portfólio de serviços simplificado, preços competitivos e com previsão de atender 400 mil domicílios em 2021 e 2 milhões no ano seguinte. As ofertas residenciais preveem internet com 500 Mbps de download e 250 Mbps de upload, VoIP, seis meses de acesso gratuito a HBO Go, Oi Play e um modem WiFi up por R$ 129,90 mensais. Se acrescentar o serviço de IPTV, com 130 canais, sendo 67 em HD, a mensalidade sobe para R$ 259,90. 

Para as pequenas empresas, os valores dos planos são iguais, porém ao invés da HBO GO e da Oi Play, são oferecidas as soluções Aceleraí, de comunicação e mídia, e Olist, de e-commerce. O diferencial de um plano para o outro é a inclusão do IPTV. A velocidade de conexão é a mesma, de 500 Mbps de download e 250 Mbps de upload. 

Para os assinantes da Oi Soluções, que já existe no estado, a oferta vale apenas para quem quiser trocar o plano pela tecnologia GPON, que terão serviços de segurança e gestão integrada grátis por 60 dias. 

Além disso, a operadora oferece desconto de 20% para a compra de solução mesh da D-Link no Oi Place, visando um serviço mais robusto de WiFi para grandes ambientes. 

Segundo o vice-presidente de Clientes da Oi, Bernardo Winik (foto acima), com a entrada em São Paulo, único estado não atendido pela Oi Fibra, a empresa busca a liderança no mercado de ultra banda larga do Brasil. Ele não quis fazer previsão sobre uma possível liderança no mercado paulista nem informou quanto está sendo investido nessa etapa de expansão. Afirmou, no entanto, que outros municípios paulistas também já vão ofertar os serviços da Oi Fibra, sem adiantar quais. “Não vamos dar spoiler pra concorrência”, ressaltou. 

Abordagem 

A expansão da Oi Fibra para São Paulo usa a mesma abordagem adotada em todo o país, com reuso de fibras existentes, ativação de célula por célula e estratégia comercial, de liberar para venda imediata as células já ativadas. Winik disse que esse modelo levou a empresa de pouco mais de 100 mil clientes ao final de 2018 para 2,5 milhões de assinantes, completados neste mês de abril. 

Atualmente, a Oi Fibra tem cerca de 11 milhões de casas fibradas em 148 cidades. De acordo com os números da Anatel, a companhia liderou as adições líquidas de clientes do mercado de fibra ótica no ano entre as grandes operadoras, com desempenho cerca de 56% superior ao segundo colocado e 15% a mais que a soma das três concorrentes.  

A Oi Fibra já é líder em 56 cidades, sendo 14 capitais. Até o final de 2021, a empresa estima 14,8 milhões de casas passadas em 228 cidades e mais de 3,5 milhões de assinantes. 

Segundo o vice-presidente de Operações da Oi, José Claudio Gonçalves, a venda da InfraCo não trará prejuízos à Oi Fibra, que passará a ser cliente da rede neutra. “Haverá muitas sinergias nessa parceria”, afirma. 

FONTE: TeleSíntese
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.