Nvidia e Valve trazem DLSS para Linux

Não param de surgir boas novidades para o Linux durante a Computex 2021. O evento já anunciou muita em relação às gigantes do setor. E agora, de acordo com sites internacionais especializados, a Nvidia terá uma parceria com a Valve onde ambas trazem o chamado DLSS (Deep Learning Super Sampling) para serem aplicados em jogos no Linux. Os games rodarão via Steam Play Proton. Esta é uma ferramenta essencial para tornar os jogos feitos para Windows compatíveis com o kernel Linux.

Na verdade, esta não é a única novidade da Valve para Linux. Anteriormente, já falamos sobre a intenção de reduzir a latência de jogos em distribuições Linux justamente usando o Steam Play Proton. De acordo com a Nvidia, ela está trabalhando com a Valve para incrementar o FPS usando sua tecnologia DLSS apresentada em placas RTX.

Nvidia e Valve trazem DLSS para Linux. O que é isso? Vai melhorar mesmo a performance de jogos no Linux?

Nvidia e Valve trazem DLSS para Linux

DLSS, ou Deep Learning Super Sampling, é uma tecnologia que permite aos jogadores obter mais desempenho sem ter que abrir mão da qualidade de imagem. Ele faz isso executando o jogo em resolução mais baixa do que nativa (digamos, tornando o jogo em 1080p quando seu monitor é 4K), mas depois aumentando a imagem para resolução nativa usando alguns algoritmos poderosamente impressionantes.

A tecnologia, é claro, será importante para usuários com jogos para Linux, mas também é interessante considerando os rumores da Valve criando um dispositivo de jogo portátil. O DLSS poderia fazer com que o Switch de próxima geração obtivesse um resultado bem superior sem pesar tanto no carregamento. O mesmo deve ocorrer no uso de um PC portátil sem tanta potência gráfica, que provavelmente estaria executando o Linux.

Embora a Nvidia não tenha divulgado uma lista de quais jogos do Proton estarão recebendo DLSS, há realmente um número surpreendente de candidatos. Executando a lista de jogos da Nvidia que suportam DLSS através do ProtonDB, um site que permite que os usuários informem o como os jogos funcionam bem ao usar o Proton. Além disso, mostra que uma boa parte dos jogos habilitados para DLSS já estão trabalhando no Linux. São cerca de 30 jogos.

Parece bom, no entanto…

Há, entretanto, uma questão interessante levantada pela lista DLSS da Nvidia — alguns dos jogos nele realmente têm portas Linux nativas, mas parece que esses podem não estar recebendo suporte para a tecnologia ainda. Um porta-voz da Nvidia disse que o anúncio se refere apenas aos jogos do Windows rodando com Proton, o que poderia levar a uma estranha peculiaridade onde os jogadores conseguem melhor desempenho executando a versão do Windows através de uma camada de emulação, em vez da versão nativa. Nós só vamos realmente ser capazes de dizer se esse é realmente o caso quando o recurso for lançado.

A Nvidia não mencionou um prazo em que o DLSS chegará ao Proton (embora tenha mencionado que o suporte para Vulkan estava chegando este mês, e que o suporte ao DirectX estaria chegando no começo do segundo semestre). Contudo, é bom ver todo este trabalho para deixar os jogos no Linux no mesmo patamar de qualidade do Windows.

ViaThe Verge 

FONTE: Blog SempreUpdate
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.