Novos detalhes do Samsung Galaxy S21 são revelados no processo FCC

novos-detalhes-do-samsung-galaxy-s21-sao-revelados-no-processo-fccnovos-detalhes-do-samsung-galaxy-s21-sao-revelados-no-processo-fccNovos detalhes do Galaxy S21 da Samsung, que deve ser lançado no início de 2021, foram revelados pela FCC. Apesar de detalhes como imagens de produtos não terem sido incluídos, os documentos confirmam algumas especificações úteis, como um chipset Snapdragon 888 e bandas de operadora suportadas para pelo menos um modelo americano.

Detalhes publicados

Os detalhes publicados até o momento pela FCC, fazem menção apenas ao Galaxy S21 menor. No entanto, o suporte de frequência, incluindo bandas 5G, foi publicado nos documentos. Segundo o Site Android Police, se esses detalhes estiverem corretos e corresponderem ao telefone menor conforme o esperado, isso significa que pelo menos uma versão do Galaxy S21 terá suporte para mmWave 5G, com base no suporte de banda n260 e n261 descritos nos documentos.
novos-detalhes-do-samsung-galaxy-s21-sao-revelados-no-processo-fccImagem reprodução: Android Police
Outras bandas com suporte incluem as frequências esperadas de Wi-Fi, Bluetooth (LE 5.0) e NFC. Não se observa, no entanto, o suporte esperado de ~ 6-9 GHz para a tecnologia Ultra Wideband da Samsung. Todavia, talvez o recurso seja limitado novamente a modelos maiores.
Outras informações importantes observadas no documento, dizem respeito ao chipset Snapdragon 888, que já deveria ser incluído, e os detalhes do processo confirmam isso. O Galaxy S21 terá um “modem Qualcomm SM8350”, um número de peça que a Qualcomm vinculou ao Snapdragon 888.
Ainda segundo o Android Police, um vazamento recente do universo Ice indicaria que a série S21 finalmente terá um sensor de impressão digital ultrassônico atualizado. E que  provavelmente será o mais recente Qualcomm 3D Sonic Max com um tamanho de 8 x 8 mm.
Além de ter um sensor maior, os usuários dos novos modelos poderão contar, supostamente, também com mais rapidez. Muito bom, não é mesmo? Até onde se sabe, o sensor incluído no S20 era idêntico ao antigo Galaxy S10. Um sensor um pouco lento e pouco confiável em comparação com os sensores ópticos modernos. Segundo análise do site, portanto, a série está muito atrasada para uma atualização.
Com informações de: Android Police

FONTE: Blog SempreUpdate
(Acesse o website do autor da publicação para mais detalhes)