NetBSD muda gerenciador de janelas padrão de TWM para CTWM

NetBSD muda gerenciador de janelas padrão de TWM para CTWMO NetBSD é um dos mais antigos sistemas operacionais de código aberto e livre, semelhante ao Unix, baseado em BSD (Berkeley Software Distribution). Por mais de duas décadas, ele ainda é desenvolvido ativamente para várias plataformas, como servidores, desktops e sistemas embarcados. Desde o início, o NetBSD apresentou o sistema de janelas X11 com o gerenciador de janelas padrão “clássico” do TWM (Tab Window Manager). No entanto, agora, a equipe muda o gerenciador de janelas padrão de TWM para CTWM (Claude’s Tab Window Manager) no NetBSD-current.
Se você não sabe, o NetBSD-current é uma distribuição nightly da última série de desenvolvimento do NetBSD, que inclui os recursos mais recentes junto com mudanças experimentais e bugs.
A nova transformação do gerenciador de janelas padrão no branch de desenvolvimento chegou depois que a desenvolvedora do NetBSD, Nia Alarie, experimentou e testou pessoalmente o NetBSD com ctwm por uma semana. O ctwm já estava incluído nas versões anteriores do NetBSD, mas não como um gerenciador de janelas padrão.

NetBSD muda gerenciador de janelas padrão de TWM para CTWM

Um compositor Wayland rodando em meu laptop NetBSD, com alguns aplicativos como Luakit e Dungeon Crawl Stone Soup abertos.
Agora, como ctwm (um fork de twm) está disponível por padrão, o NetBSD suporta vários recursos, como um menu de aplicativo gerado automaticamente, vários atalhos de teclado, incluindo controles de volume e melhores resoluções de tela.
Como diz Nia Alarie, a principal vantagem que o ctwm traz é a leveza. Além disso, é altamente configurável, licença compatível com o NetBSD e suporte para desktops virtuais, hardware muito lento e rápido.
O NetBSD pode até ter suporte para HiDPI, uma vez que algumas fontes bitmap maiores estão sendo importadas. No entanto, se você também deseja saber quando o NetBSD mudará seu sistema de janelas X11 para o moderno sistema Wayland, agiarde. É que ainda há um longo caminho a percorrer.
Aqui, em outra postagem do blog, Nia Alarie explicou as razões e dificuldades enfrentadas após portar o primeiro compositor Wayland funcional para o NetBSD.

FONTE: Blog SempreUpdate
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)