Na América Latina, aumenta a pirataria de conteúdos ao vivo

À medida que o acesso à banda larga se expande no Brasil e demais países da América Latina, o perfil da pirataria de conteúdo audiovisual muda. Segundo o Ygor Valério, deixa de ser uma pirataria de conteúdo estático (filmes, por exemplo), e migra para programas ao vivo, afetando diretamente os programadores e distribuidores da região.

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!