MX Linux agora tem uma edição com o Plasma do KDE

MX Linux agora tem uma edição com o Plasma do KDEA distribuição MX Linux (baseada no Debian), agora possui uma edição oficial com o moderno e poderoso ambiente KDE Plasma. O MX Linux é conhecido como uma distribuição Linux muito leve, estável e rápida. Ele sempre se baseia na última versão estável do sistema operacional Debian e usa o leve Xfce como ambiente de desktop padrão.
O último lançamento, o MX Linux 19.2 Patito Feo, chegou com base no Debian 10.4 Buster, o ambiente de desktop Xfce 4.14, o kernel Linux 5.6 e a pilha de gráficos Mesa 20.

MX Linux agora tem uma edição com o Plasma do KDE

Os desenvolvedores do MX Linux anunciaram que estão trabalhando em uma edição do KDE, provavelmente a pedido de vários usuários (o MX Linux é derivado do MEPIS Linux, que usava o KDE como ambiente de desktop padrão). Os desenvolvedores disseram:
Esta será a primeira família oficialmente compatível com a família MX/antiX que utiliza o desktop KDE/plasma desde a interrupção do projeto antecessor do MEPIS em 2013. A adição do KDE/plasma aos desktops Xfce/MX-fluxbox existentes fornecerá uma gama maior para as necessidades e desejos do usuário.
MX Linux agora tem uma edição com o Plasma do KDEA versão beta inclui as ferramentas MX usuais presentes na edição principal do Xfce.
Como resultado, a primeira versão beta já está aqui. Com base no ISO Advanced Hardware Support (AHS) da versão MX Linux 19.2, a edição KDE é fornecida com o ambiente de desktop KDE Plasma 5.14.5 dos repositórios do Debian Buster.
Obviamente, a versão beta inclui as ferramentas MX usuais presentes na edição principal do Xfce, juntamente com aplicativos não-KDE. Por exemplo, inclui o navegador Mozilla Firefox 78, o cliente de e-mail Mozilla Thunderbird 68.9, o editor de imagens GIMP 2.10.12 e o LibreOffice 6.1.5.
Por fim, se você quiser testá-lo, pode fazer o download da imagem ISO. No entanto, verifique os problemas conhecidos da versão beta na página de anúncio acima e lembre-se de não usá-la em uma máquina de produção.
Fonte: 9to5Linux

FONTE: Blog SempreUpdate
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.