Museu Britânico torna mais da metade de sua coleção visível online

Museu Britânico torna mais da metade de sua coleção visível onlineO Museu Britânico disponibilizou online (via Motherboard) imagens de mais da metade de sua coleção (4,5 milhões de objetos), com 1,9 milhão de imagens disponíveis na licença Creative Commons 4.0. Você pode não apenas navegar na galeria, mas usá-la como quiser para fins não comerciais. Cerca de 280.000 fotos estão sendo publicadas pela primeira vez, e agora você pode ampliar e panoramizar imagens se quiser ver todas as nuances de um artefato.

Museu Britânico torna mais da metade de sua coleção visível online

O museu já tem vários itens lendários disponíveis online, incluindo a Pedra de Rosetta e as descobertas de Sutton Hoo. Essa expansão adiciona itens como uma pintura perdida do artista Dante Gabriel Rossetti, um pingente da Idade do Bronze e uma escultura da Ilha de Páscoa (que os moradores da Ilha de Páscoa querem que seja devolvida).
Esse acesso ampliado foi planejado por um tempo, informou o museu, mas foi adiado devido à COVID-19.
Museu Britânico torna mais da metade de sua coleção visível onlineVocê pode não apenas navegar na galeria, mas usá-la como quiser para fins não comerciais. Cerca de 280.000 fotos estão sendo publicadas pela primeira vez, e agora você pode ampliar e panoramizar imagens se quiser ver todas as nuances de um artefato. Imagem: British Museum.
A coleção digital não substituirá completamente a experiência de ver itens históricos pessoalmente. No entanto, garante que qualquer pessoa com uma conexão decente à internet possa ver muito do que o museu tem a oferecer. Além disso, a licença aberta pode ajudar a galeria a atingir um público consideravelmente maior, sem mencionar ajudar professores e alunos em suas pesquisas.

Today we’re excited to launch a major revamp of our Collection online! ??
We’ve been working extra hard to bring you this update early so you can #MuseumFromHome even better than before.
Access the collection digitally wherever you are: https://t.co/a2CPohwarP pic.twitter.com/py0ppV4ktV
— British Museum (@britishmuseum) April 28, 2020

Fonte: Engadget
Leia mais:
Quais os aplicativos de videoconferência mais usados durante a pandemia?
Facebook está adicionando a reação “abraço” para você mostrar que se importa durante a pandemia de COVID-19
Cresce uso de torrents durante pandemia
Telegram se juntará à revolução das videochamadas

FONTE: Blog SempreUpdate
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)