Mozilla implementará anúncios na barra de endereços do Firefox

Em certos momentos, os usuários se questionam que caminho seguirá a Mozilla em meio a uma grave crise financeira agravada com a chegada da pandemia provocada pelo coronavírus. A única fonte de receita que traz algum retorno é pago pelo principal concorrente, o Google, que tem sua pesquisa como padrão no navegador Firefox. Recentemente, a Mozilla também implantou um serviço de VPN que está concentrado apenas em alguns países. Até agora, nada de Brasil, por exemplo. No entanto, para onde a empresa vai direcionar o Firefox, seu produto mais conhecido? Algumas pistas parecem surgir. A Mozilla implementará anúncios na barra de endereços do Firefox 92.

Um exemplo disso seria um dos últimos recursos anunciados para o navegador histórico, que a partir da versão 92 começará a incluir (por enquanto apenas para usuários dos EUA) um add-on no menu suspenso da barra de endereço que recebe um nome tão neutro e inocente como ‘Firefox Suggest‘.

A página de suporte da Mozilla define o Firefox Suggest como:

um novo recurso que serve como um guia confiável para o melhor da web, exibindo informações relevantes […] fornece sugestões de sites na barra de endereço.Quando as sugestões contextuais estão ativadas, o Firefox Suggest usa a localização da sua cidade e palavras-chave de pesquisa para fazer sugestões contextuais do Firefox e de nossos parceiros, com a sua privacidade em mente.

Mozilla implementará anúncios na barra de endereços do Firefox 92

Na mesma página, o Firefox compara esta nova funcionalidade com as sugestões de pesquisa típicas do motor de pesquisa e conta com o facto de o Suggest “incluir sugestões tradicionais como histórico de navegação e abas já abertas, bem como novas sugestões dos nossos parceiros”.

Mas é claro que muitos usuários – por alguma razão estranha – veem essas “novas sugestões” como a publicidade. De fato, no mesmo texto, a Mozilla reconhece que “seu parceiro preferido para resultados patrocinados é adMarketPlace”, uma grande empresa que promete “redefinir a busca por anunciantes” em seu site.

Portanto, o que causa a maior rejeição com relação a esta funcionalidade é que ela é iniciada e ativada por padrão: será o usuário que terá que ‘mexer’ para ativá-la (não se preocupe, nós lhe diremos como a seguir).

A mudança está gerando muitas discussões entre os usuários. Muitos concordam em ter este tipo de anúnciocomo forma de manter os custos da Mozilla. Outros já preferem algo mais explícito e falam até em uma versão paga do Firefox.

Mozilla, por favor, lance um Firefox Pro agora que custa alguns dólares por mês […] se você quiser sua fatia do bolo, é só dizer, mas não seja assustador.

Há também aqueles que se incomodam, antes de mais nada, com o que percebem como hipocrisia da Mozilla:

Me incomoda que eles continuem alardeando para ser o portador da tocha da privacidade no mundo dos navegadores [e então fazendo isso].

Como o desativamos?

Para desativar o Firefox Suggest, basta abrir as configurações do navegador, acessar a seção ‘Privacidade e Segurança’ no menu à esquerda e, sob o título ‘Barra de endereços – Firefox Suggest’, desmarcar as ‘Sugestões Contextuais’ (que também incluiriam as de serviços como a Wikipedia) ou apenas a “inclusão ocasional” de ‘Sugestões patrocinadas’ (os próprios anúncios).

Via Genbeta

FONTE: Blog SempreUpdate
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.