Mi da Xiaomi pode chegar ao fim depois de uma década

A Xiaomi sempre usou submarcas para diferenciar seus produtos. E uma das mais notáveis dela é a marca “Mi” que, dez anos após o lançamento do primeiro smartphone com a marca, a Xiaomi está pronta retirar o “Mi” dos nomes de seus produtos daqui para frente.

De acordo com o XDA-Developers, essa mudança começou com o Xiaomi Mix 4 recentemente anunciado e continuará com lançamentos futuros. O site entrou em contato com a Xiaomi para obter mais detalhes sobre a mudança de nome, mas um representante disse ao XDA que isso se aplicaria a produtos futuros, como o suposto Mi 11T, por exemplo, que pode receber o nome de Xiaomi 11T, sem o “Mi”.

A Xiaomi usou a marca “Mi” em quase todos os seus produtos até agora. Mesmo uma olhada rápida no site da Xiaomi nos EUA mostra o nome “Mi” em quase todos os lugares, incluindo o logotipo que foi recentemente redesenhado, aponta o Android Central.

A mudança ocorre logo após a Xiaomi ter ficado em primeiro lugar no ranking mundial de vendas de smartphones, ultrapassando a Samsung pela primeira vez. A Xiaomi conseguiu capturar uma grande parte do mercado global com seus smartphones de alto valor e médio porte e dispositivos carro-chefe como o Xiaomi Mi 11 Ultra.

A Xiaomi pode deixar o “Mi” de fora dos produtos futuros

mi-da-xiaomi-pode-chegar-ao-fim-depois-de-uma-decadaImagem: Pplware

A aposentadoria da marca “Mi” ocorre 10 anos após o lançamento do Xiaomi Mi 1, que foi lançado um ano após o MIUI, marcando o fim de uma era para a empresa. No entanto, conforme notado pela XDA, a empresa já vende seus smartphones na China, sem a marca Mi, então a mudança funciona para unificar seus produtos.

A Xiaomi declarou ao XDA que: “A partir do terceiro trimestre de 2021, a série de produtos “Mi” da Xiaomi será renomeada para “Xiaomi”. Essa mudança unificará nossa presença global de marca e fechará a lacuna de percepção entre a marca e seus produtos. Essa alteração pode levar algum tempo para entrar em vigor em todas as regiões”.

Não está claro como exatamente a mudança afetará sua marca, mas dada a popularidade crescente da Xiaomi, abandonar a marca “Mi” pode ajudar a tornar a empresa mais conhecida em muitas regiões, especialmente nos Estados Unidos, onde dispositivos como a Xiaomi Mi Band 6 estão disponíveis para enfrentar alguns dos melhores rastreadores de fitness, aponta o Android Central.

Segundo a empresa:

Com a introdução da nova identidade da marca, duas séries distintas de produtos ficarão abaixo da marca-mãe. Os produtos da Xiaomi representam o auge da tecnologia e oferecem uma experiência premium. Os produtos Redmi trazem grande inovação a um preço mais acessível e são voltados para o público mais jovem. Essa diferenciação também se reflete em nossos logotipos atualizados, com os logotipos Xiaomi e Redmi sob o logotipo da marca-mãe.

A Xiaomi diz ainda que, ao longo do tempo outras submarcas podem sofrer alterações.

Via: XDA-Developers / AndroidCentral

FONTE: Blog SempreUpdate
(Acesse o website do autor da publicação para mais detalhes)