MCTI prepara programa de testes de Open RAN na rede da RNP

Projeto vem sendo preparado em três fases; primeira está prevista para terminar em 2024
Crédito: Freepik

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) anunciou nesta sexta, 27, que está preparando um programa de incentivos para o Open RAN a partir da infraestrutura gerida pela RNP. O projeto foi apresentado por José Gontijo, diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação Digital do MCTI, durante reunião do grupo de trabalho (GT) de Open RAN da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

De acordo com Gontijo, recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e da Lei da Informática darão suporte para que o projeto possa ser implementado a partir da rede da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). O diretor do MCTI diz que, no momento, há R$ 30 milhões em caixa para o programa.

Estão sendo planejadas três fases: a primeira, chamada de “projeto orquestrador”; e outras duas para modelagem e captação, com foco em equipamentos Open RAN, pilotos temáticos e “testbed”. A previsão é que a primeira fase termine em 2024.

Na mesma reunião, a Anatel revelou, durante a sessão de perguntas de convidados, que já faz experiências de conexão de Open RAN com redes privativas de 5G. Os estudos estão sendo realizados em Santa Rita do Sapucaí (MG), pelo Inatel.

Foram apresentados dados preliminares desses estudos, os quais mostram níveis satisfatórios de serviço das redes Open Ran em áreas rurais. Em áreas urbanas, porém, o desempenho apurado ficou inferior ao visto em equipamentos com hardware dedicado que utilizam cirtuitos ASICs (para fins específicos).

FONTE: TeleSíntese
Por mais esta excelente publicação, agradecemos.