Mark Zuckerberg nega acordo com Trump

Mark Zuckerberg nega acordo com TrumpO CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, criticado por permitir que o presidente Donald Trump publique declarações inflamatórias em sua plataforma, disse que não é verdade que os dois têm um acordo secreto.
Zuckerberg está enfrentando um crescente boicote de marcas que dizem que o Facebook não fez o suficiente para reduzir o discurso de ódio. Zuckerberg disse:
Eu também ouvi essa especulação, então deixe-me esclarecer: não há nenhum tipo de acordo. Na verdade, toda a ideia de um acordo é bastante ridícula.

Mark Zuckerberg nega acordo com Trump

Zuckerberg disse que conversava com o presidente de tempos em tempos, assim como ele fez com o último presidente. Ele apontou que “sob esse governo, o Facebook enfrentou multas recorde de US$ 5 bilhões, está sob investigação antitruste por várias agências e foi alvo de uma ordem executiva para retirar as proteções na Seção 230”, que protege as empresas de tecnologia da responsabilidade pelo conteúdo em suas plataformas.
Mark Zuckerberg nega acordo com TrumpZuckerberg está enfrentando um crescente boicote de marcas que dizem que o Facebook não fez o suficiente para reduzir o discurso de ódio. Ele disse que conversava com o presidente de tempos em tempos, assim como ele fez com o último presidente e líderes políticos ao redor do mundo. Imagem: Genbeta.
Zuckerberg citou muitas divergências com Trump:
[…] as políticas de imigração, que eu acho não apenas injustas, mas acho que colocam o país em uma enorme desvantagem daqui para frente, em comparação com as oportunidades que deveríamos buscar; mudança climática, onde acho que movimentos como sair do acordo de Paris foram um grande retrocesso para o mundo; coisas como sua retórica divisória e inflamatória.
Zuckerberg disse que acredita profundamente “em dar voz às pessoas, mesmo quando eu discordo delas. Acredito em uma ampla definição de liberdade de expressão, especialmente em torno do discurso político; mas esses são meus princípios e não acho que seja uma surpresa para ninguém”.
Fonte: Fudzilla
Mark Zuckerberg diz que o Facebook irá “revisar” políticas sobre discurso que promove a violência estatal

Funcionários do Facebook não estão felizes com Mark Zuckerberg

Facebook Watch: o crescimento da plataforma de conteúdo online de Zuckerberg

Mark Zuckerberg defende liberdade de expressão no Facebook

Acionistas do Facebook querem expulsar Zuckerberg da empresa

FONTE: Blog SempreUpdate
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!