Linux 5.15-rc2 corrige mais bugs do que o esperado na segunda semana de desenvolvimento

Na semana passada, Linus Torvalds disse que o primeiro candidato a lançamento da versão do kernel atualmente em desenvolvimento era muito pequeno. Além disso, ele apostou que deveria permanecer assim quando a versão estável fosse lançada em menos de dois meses. No entanto, sete dias depois, o quadro parece ter se modificado e para pior. De acordo com as notas de lançamento do Linux 5.15-rc2, ele menciona que foram corrigidas muito mais falhas do que o esperado. Porem, não necessariamente Linus mudou de opinião. Portanto, o Linux 5.15-rc2 corrige mais bugs do que o esperado na segunda semana de desenvolvimento mas Linus Torvalds ainda acredita que esta terá um processo tranquilo de trabalhos a serem realizados.

O que também chama a atenção é que nos últimos sete dias ele passou muito tempo tentando resolver algumas coisas que chamaram sua atenção, entre as quais ele cita o acompanhamento que Guenter Roeck fez a -Werror. O resultado satisfez o desenvolvedor finlandês, apesar do fato de ele ter visto um código “realmente estranho e grotesco”.

Linux 5.15-rc2 está em melhor forma do que na semana passada

Então, passei uma boa parte desta semana tentando resolver todos os avisos estranhos, e quero dar um agradecimento especial a Guenter Roeck por seu trabalho rastreando de onde vêm as falhas de construção -Werror. Está feito? Não. Mas, no geral, me sinto muito bem com tudo isso, mesmo que isso signifique que estou olhando para um código realmente estranho e grotesco. Quem disse que eu ainda me preocuparia com um estranho controlador EISA em alfa, depois de todos esses anos? Uma pequena mudança de ritmo ?

Linux 5.15-rc2 corrige mais bugs do que o esperado na segunda semana de desenvolvimento

Linux 5.15-rc2 corrige mais bugs do que o esperado na segunda semana de desenvolvimento

Se os prazos forem cumpridos sem problemas, o Linux 5.15 será lançado em 24 de outubro. Devido aos prazos, não é mais que 100% impossível para o Ubuntu 21.10 Impish Indri implementar o novo kernel. Entretanto, os últimos rumores garantem que o Linux 5.14 também não o fará. Não importa o que aconteça, se chegar a hora de querermos usar a versão mais recente do kernel, teremos que instalá-lo por conta própria, algo que podemos fazer com o Ubuntu Mainline Kernel Installer.

Como lemos na página GitHub do projeto, Ubuntu Mainline Kernel Installer é praticamente o mesmo que “Ubuntu Kernel Update Utility” (Ukuu), ou melhor, o que ele era, porque tem a mesma finalidade e seu uso ainda é gratuito.  No entanto, além disso, seu desenvolvedor incluiu algumas melhorias que detalharemos após o corte, junto com uma lista de funções que já estavam disponíveis no agora pago Ukuu.

Via Ubunlog

FONTE: Blog SempreUpdate
(Excelente website de notícias! Recomendo!)