Linguagem de programação Ruby 3.0 tem desempenho 3x mais rápido

Ruby 3.0 lançado com desempenho 3x mais rápidoDemorou quase cinco anos. Porém, parece que valeu a pena esperar pela nova versão da linguagem de programação Ruby 3.0 que acaba de sair e tem um desempenho 3x mais rápido que a versão anterior. Assim, o novo Ruby 3.0 foi lançado no dia de Natal com desempenho muito melhor e outros recursos para esta linguagem de programação de alto nível de uso geral.

Temos o prazer de anunciar o lançamento do Ruby 3.0.0. A partir de 2015, desenvolvemos muito em direção ao Ruby 3, cujo objetivo é desempenho, simultaneidade e digitação. Especialmente sobre o desempenho, Matz afirmou “Ruby3 será 3 vezes mais rápido que Ruby2”, também conhecido como Ruby 3×3.
Quadros Optcarrot 3000

Ruby 3.0 lançada tem desempenho 3x mais rápido

Com o benchmark Optcarrot, que mede o desempenho de thread único com base na carga de trabalho de emulação de jogos do NES, ele obteve um desempenho 3x mais rápido do que o Ruby 2.0!, diz o anúncio oficial.
Ruby 3.0 surge com foco em maior desempenho, simultaneidade e tipagem. Assim, atingiu com sucesso o objetivo de ser 3x mais rápido que o desempenho do Ruby 2.0. Essa velocidade de 3,0x mais ocorre ao usar as novas habilidades Just-In-Time (JIT) do Ruby 3.0. No entanto, mesmo para sua implementação de VM ainda é uma aceleração considerável em comparação com Ruby 2.
Ruby 3.0 lançado com desempenho 3x mais rápido
Além disso, o JIT do Ruby 3.0 deve ter um desempenho muito bom para workloads em que alguns métodos são chamados muitas vezes. Espera-se que o Ruby 3.1 melhore o desempenho do JIT mais para cargas de trabalho com um número maior de métodos.
Por outro lado, o Ruby 3.0 também fornece o “Ractor” experimental para um recurso de execução paralela sem problemas de segurança de thread, o Fiber Scheduler permite interceptar operações de bloqueio, melhorias de análise estática, correspondência de padrão de uma linha aprimorada e muitas outras mudanças.
Mais detalhes sobre o lançamento do Ruby 3.0 via Ruby-Lang.org.

FONTE: Blog SempreUpdate
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!