Leilão pode “escorregar” para a primeira quinzena de novembro

Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

O presidente da Anatel, Leonardo de Morais, disse hoje, 13, durante a coletiva de imprensa, que, se o voto do conselheiro Moisés Moreira for analisado na reunião ordinária do Conselho Diretor da Anatel, marcada para o dia 30 de setembro, quando qualquer processo sob pedido de vistas volta automaticamente para a pauta de deliberação, o lançamento do leilão ficará postergado para a primeira quinzena de novembro . ” A efetiva cobrança do serviço depende de liberação da faixa”, afirmou Morais.

Segundo Emmanoel Campelo, o cronograma a ser cumprido depende da deliberação da agenda. “De alguma forma prejudica o cronograma sim. Nós substituímos prazos que eram contados por dias em datas fixas, para dar mais segurança em implantação do 5G. No momento que teremos atraso mais acentuado, não temos como fazer afirmação se a data de 31 de julho será adiada ou não”.

O conselho ainda discute a possibilidade de antecipação do uso da faixa. A faixa de 3,3 a 3,7 GHZ de 3,7 até 4,2, GHz, está a banda C, que recpciona os sinais de TV aberta por satélite, pelas parabólicas. Sistema não seletivos, muito rudimentares. Qualquer sinal pode resutar interferência e restriação ao acesso das famílias.

Em muitos centros urbanos, não há dependências das parabõlicos, e o conselho tem debatido a antecipação dos serviços e poderá depender da participação de diferentes atores.

 

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)