ISPs podem atender melhor ao agronegócio, defende CEO da Interjato

O CEO da Interjato, Erich Rodrigues, defendeu a criação de redes neutras, que despertam interesse de investidores estrangeiros. “Isso seria um avanço e benéfico para o provedor regional, que tem mais talento para prestação do serviço”, afirmou. Porém, defende que haja uma regra para efetivar essa neutralidade da rede.

Segundo ele, que participou nesta terça-feira, 16, do Agrotic 2020, na Índia, por exemplo, não é permitido construir redes onde a infraestrutura já existe, enquanto no Brasil é comum ver três, quatro redes servindo a mesma região.

Como ainda não existem no Brasil, o foco dos ISPs, diz Rodrigues, é construir infraestrutura própria e chegar primeiro nas cidades. Com essa preocupação, admite, há pouca aproximação com o agronegócio, mesmo estando mais perto dele.

“Os provedores têm identidade, vocação para atender o campo. Talvez não tenham atentado para a demanda que existe. Tem tantas possibilidades, que acho que o agronegócio terá um atendimento melhor pelos pequenos provedores”, avalia.

O Agrotic 2020 é uma realização do Tele.Síntese, em parceria com a ESALQTec, e que acontece até sexta-feira, 18, totalmente em formato virtual.

 

FONTE: TeleSíntese
Por mais esta excelente publicação, agradecemos.