Inteligência artificial confirma 50 novos planetas em dados antigos da NASA

Inteligência artificial confirma 50 novos planetas em dados antigos da NASAUma equipe da Universidade de Warwick, no Reino Unido, desenvolveu uma ferramenta de inteligência artificial para ajudar a confirmar 50 novos planetas em dados antigos da NASA.
Telescópios como o TESS da NASA procuram por uma queda no brilho que indica que algo está passando por uma estrela. Às vezes, este é um planeta, às vezes é uma falha, asteróides, poeira ou um sistema estelar binário.

Inteligência artificial confirma 50 novos planetas em dados antigos da NASA

A equipe criou um algoritmo de aprendizado de máquina e o treinou usando dados de planetas confirmados e falsos positivos da missão Kepler. Em seguida, eles o liberaram para analisar um grupo de candidatos a planetas não confirmados, também a partir dos dados do Kepler. Em um primeiro momento, o sistema confirmou 50 planetas desse grupo.
Inteligência artificial confirma 50 novos planetas em dados antigos da NASATelescópios como o TESS da NASA procuram por uma queda no brilho que indica que algo está passando por uma estrela. Imagem: NASA, ESA, G. Bacon.
A validação de planetas pode ajudar os cientistas a direcionar seus recursos para pontos interessantes no espaço, sem perder tempo com planetas “falsos”. A capacidade de confirmar planetas usando este método é um passo à frente. Os cientistas têm usado o aprendizado de máquina para classificar os candidatos.
David Armstrong, da equipe, disse:
Em vez de dizer quais candidatos são mais prováveis de serem planetas, agora podemos dizer qual é a probabilidade estatística precisa. Onde houver menos de um por cento de chance de um candidato ser um falso positivo, é considerado um planeta validado.
A técnica é promissora para filtrar as grandes quantidades de dados produzidos por projetos como a missão TESS. Por exemplo, a missão TESS sozinha identificou 66 novos exoplanetas e 2.100 candidatos.
Por fim, Armstrong disse:
Ainda temos que gastar tempo treinando o algoritmo, mas uma vez feito isso, torna-se muito mais fácil aplicá-lo a um futuro candidato. Você também pode incorporar novas descobertas para melhorá-lo progressivamente.
Fonte: Fudzilla
Cientistas da NASA estão controlando o robô Curiosity (que está em Marte) de suas casas

NASA quer sua ajuda para criar os futuros rovers lunares

Nasa libera vários programas para download grátis

O que a NASA tem feito em relação à ciência aberta

FONTE: Blog SempreUpdate
Por mais esta excelente publicação, agradecemos.