“Huawei não pediu para participar da rede segura”, diz ministro das Comunicações

Presente na audiência pública do Grupo de Trabalho (GT) criado pela Câmara dos Deputados para acompanhar a implantação da tecnologia 5G no Brasil, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, falou sobre o processo de implementação da tecnologia 5G no Brasil. O encontro virtual ocorreu nesta terça-feira, 9.

Ao ser questionado pela deputada Bia Kicis (PSL-DF) se as regras do edital 5G foram propositais, sabendo-se que a empresa chinesa Huawei não iria se adequar, o ministro negou. No entanto, disse que a premissa era ter uma rede segura e para tanto, foi necessário estabelecer critérios.

“Em todas as redes privativas que estão acontecendo no mundo, eles preservam as regras de acionistas do governo local. Então, esta é uma premissa básica. Já são vários os países que estão fazendo uma rede segura e a Huawei não entrou em nenhuma dessas”.

De acordo com ele, nos Estados Unidos, a Nokia ganhou e na França houve praticamente um banimento geral, onde as operadoras pediram, na União, para que os valores investidos em equipamentos Huawei fossem devolvidos. Segundo ele, a Huawei atende os requisitos de segurança, mas não de governança para fornecer equipamentos à rede privativa federal.

“Então, no Brasil, tivemos o cuidado de fazer uma rede segura que fosse pequena, mas que servisse para os próximos anos. Para isso, foi necessário que a gente estabelecesse critérios como o mercado de acionistas em relação governo local. (…) A Huawei não pediu para participar da rede segura, não demonstrou isso. Ela já sabia que se tivesse isso, ela não iria concorrer, e nos outros países, ela também não está trabalhando para entrar na rede segura. Quem está se especializando nisso, por exemplo é a Nokia”, comentou.

Na reunião, conduzida pela coordenadora do Grupo de Trabalho, deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), Fábio Faria ainda falou sobre os investimentos em 5G e outras experiências da tecnologia pelo mundo.

FONTE: TeleSíntese
(Excelente website de notícias! Recomendo!)