Huawei lança seu sistema operacional IoT Harmony 2.0

A Huawei apresentou hoje, 2, seu sistema operacional IoT Harmony 2.0 para smartphones. O lançamento representa uma tentativa da fabricante chinesa de superar as sanções impostas pelos Estados Unidos. Com isso, a Huawei deixa de depender do sistema operacional do Google, o Android, que estava proibido de providenciar suporte técnico e serviços móveis aos novos modelos de celular Huawei.

À princípio, apenas alguns smartphones poderão escolher por trocar o Android pelo Harmony 2.0. O sistema operacional da Huawei também funciona como uma plataforma IoT. No evento online, a empresa anunciou parcerias com diversas empresas para que dispositivos inteligentes estejam habilitados para o Harmony. Dentre as companhias está a fabricante de drones chinesa SZ DJI Tecnologia e as produtoras de relógio suíças Tissot e Swatch.

Após entrar na lista de empresas consideradas como ameaça para a segurança dos Estados Unidos, a Huawei foi proibida de utilizar tecnologia estadunidense em seus produtos. O que colocou sob pressão a divisão de dispositivos móveis da companhia. 

Em mesa redonda, Wang Chenglu, presidente do departamento de software do Huawei Consumer Business Group, disse que com o Hrmony, a empresa pretende ir além de smartphones. “Enquanto o mercado de smartphones já está saturada, há grande potencial de crescimento no mercado de IoT”, afirmou Wang Chenglu.

A companhia também revelou outros dispositivos que conterão o Harmony, incluindo tablet e relógio inteligente. A Huawei estabeleceu a meta de ter 200 milhões de smartphones e 100 milhões dispositivos inteligentes operacionalizados pela sua plataforma até o fim deste ano. (Com agências internacionais)

FONTE: TeleSíntese
(Excelente website de notícias! Recomendo!)