Huawei e Unesco anunciam parceria na América Latina

A Huawei fechou uma parceria com o Escritório Regional de Educação para a América Latina e o Caribe (OREALC), que faz parte da UNESCO, nesta terça-feira para promover conjuntamente o desenvolvimento de talentos digitais na América Latina.

As duas organizações assinaram uma Carta de Intenções em um fórum online organizado por ambas nesta terça, 1º, e declararam que identificaram uma série de áreas de cooperação em potencial, como o desenvolvimento de habilidades digitais para mulheres e crianças e programas de alfabetização digital para professores.

A Huawei e a OREALC também trabalharão juntas para oferecer treinamento em habilidades digitais para populações vulneráveis. As empresas organizarão eventos como webinars e workshops para conscientizar sobre a importância do desenvolvimento inclusivo de talentos digitais.

Em declarações no fórum desta terça-feira, Claudia Uribe Salazar, diretora da OREALC, disse que faz parte do objetivo da UNESCO contribuir para a promoção da educação inclusiva e que o esforço conjunto está em linha com o objetivo da entidade de procurar mobilizar a sociedade civil e o setor privado para o cumprimento de seus objetivos estratégicos em termos de educação.

A Huawei tem o projeto como o Seeds for the Future, que oferece intercâmbio para a China e beneficiou mais de 100 alunos brasileiros desde 2015 e mais de 30 mil estudantes do mundo todo, de 126 países; e o Huawei ICT Academy, que estabelece parcerias com universidades e faculdades para ajudar a oferecer treinamento em tecnologias digitais e oferecer certificação em TIC. Participam da iniciativa mais de 70 instituições de todas as cinco regiões brasileiras.

Até agosto de 2021, a companhia montará 12 laboratórios espalhados pelo Brasil preparados para a prática de instalação de rede de fibra ótica. Em março, foi inaugurada a primeira unidade, no campus da UNISUAM, na cidade de Niterói, Rio de Janeiro. Estão previstos mais três em parceria com o SENAI no DF, BA e TO. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)