GSMA forma iniciativa para impulsionar mmWave

GSMA

O GSMA anunciou hoje, 11, a formação de uma iniciativa para acelerar o desenvolvimento da tecnologia 5G de ondas milimétricas. O projeto conta com parceiros globais, como as operadores China Unicom, NTT Docomo, Telstra, TIM e Verizon, além dos fornecedores Ericsson e Qualcomm.

Os participantes irão compartilhar informações, melhores práticas e casos de uso para “inspirar” investidores ao redor do mundo. A ideia é que acionários se beneficiem da emersão do mmWave como importante elemento da 5G.

Liderado pela GSMA, a iniciativa visa estar a frente de projetos focados na exploração da implementação da tecnologia em negócios. Em nota, a organização comentou que o primeiro estágio do projeto já terá sido finalizado em tempo para o MWC Barcelona em fevereiro de 2022.

As ondas milimétricas apresentam baixa latência e alta transmissão de dados, mas suas aplicações ainda estão em fase experimental. No Brasil, o leilão do espectro 26 GHz arrecadou menos do que esperado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), apenas R$ 358,2 milhões. Com a falta de apetite das grandes telcos pela faixa e a falta de pequenos provedores, o valor ficou abaixo do necessário para cumprir a obrigação de cobertura das escolas, estimada em R$ 3 bilhões. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.