Governo confirma EDS como vencedora da licitação da nuvem pública

A empresa Extreme Digital Solutions (EDS) venceu a licitação de serviços de computação em nuvem para 52 órgãos do governo, apesar dos recursos apresentados pelas concorrentes. O resultado da licitação foi divulgado, nesta quarta-feira, 28, pelo Ministério da Economia (ME).  

Segundo o Ministério da Economia, a compra centralizada gerou uma economia de R$ 304 milhões na comparação do preço estimado com o resultado final do processo licitatório, que ficou em torno de R$ 66 milhões, representando uma redução de 82,2%.  

“Esta foi uma contratação inteligente, que vai ajudar na transformação digital do governo brasileiro. A computação em nuvem garante, por exemplo, velocidade e elasticidade, tão necessárias em ambientes de inovação”, afirma o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Mario Paes de Andrade. “Os serviços contratados estão adequados à operação dos sistemas que sustentam as políticas públicas essenciais do país”, complementa. 

Entre os serviços que serão contratados sob o modelo de cloudbroker (integrador) de multinuvem estão concepção, projeto, provisionamento de recursos computacionais, configuração, migração, suporte, manutenção e gestão de topologias de serviços em dois ou mais provedores de nuvem pública.  

Os concorrentes alegavam principalmente que a EDS não tinha apresentado os atestados de capacidade técnica exigidos no edital. Os recursos foram todos negados.

FONTE: TeleSíntese
Por mais esta excelente publicação, agradecemos.