Google dificulta ainda mais a privacidade de localização para usuários do Android

Se você usa celulares Android ou até mesmo um iOS da Apple, sua privacidade está cada vez mais difícil. Novas regras do Google ampliam esse poder de captação de informações de localização. De acordo com descobertas recentes, o Google tornou propositalmente mais difícil para os usuários do Android interromperem essa coleta de dados.

Documentos não editados de uma ação judicial entre o Google e o Estado do Arizona (via Business Insider) revelam alguns detalhes das decisões internas da empresa sobre como ela lida com os dados de localização, especificamente sobre como o Android trabalha com isso.

De acordo com os documentos, os funcionários do Google disseram que não havia como conceder acesso à localização para um aplicativo de terceiros no Android sem também conceder esses dados ao Google. Um funcionário observou que essa prática é algo que a empresa não gostaria que as informações estivessem “na primeira página” dos veículos de comunicação.

Aparentemente, a empresa também viu como um “problema” os usuários aproveitarem as configurações de privacidade do Android quando as versões do sistema operacional tornaram essas opções mais fáceis de encontrar. Como resultado, a empresa escondeu essas opções em mais menus. O Google supostamente “pressionou” a LG e outros parceiros Android a esconder essas configurações também. Outro funcionário acrescentou que “é assim que a Apple está comendo nosso almoço”, dizendo que o rival estaria “mais propenso” a permitir que os usuários compartilhassem dados de localização com aplicativos, mas não com a própria Apple, um ponto que é enfatizado pelo bloqueio de rastreamento de aplicativos do iOS 14 .

Não está totalmente claro se as táticas mencionadas nesses documentos ainda estão sendo usadas hoje.

Google dificulta ainda mais privacidade de localização para usuários do Android

Google dificulta ainda mais a privacidade de localização para usuários do Android

Durante um depoimento, o ex-vice-presidente do Google Maps Jack Menzel “admitiu” que a única maneira do Google não saber os endereços de casa / trabalho de um usuário é se o usuário intencionalmente expulsar a empresa. Jen Chai, gerente de produto do Google sobre serviços de localização, também aparentemente admitiu não saber como a “complexa rede de configurações de privacidade” da empresa interagia entre si.

Falando ao The Verge em resposta, o Google disse:

[O procurador-geral do Arizona, Mark Brnovich] e nossos concorrentes que estão conduzindo este processo se esforçaram para descaracterizar nossos serviços. Sempre incorporamos recursos de privacidade em nossos produtos e fornecemos controles robustos para os dados de localização. Estamos ansiosos para esclarecer as coisas.

Notavelmente, as coisas parecem ter mudado nos últimos anos, à medida que o Google passou a atender mais clientes preocupados com a privacidade. Em 2019, a empresa lançou um modo de navegação anônima para o Google Maps, que permite aos usuários fazer uso total do Google Maps sem que as informações sejam vinculadas a suas contas do Google. Além disso, o Android 12 introduz mais controle sobre os dados de localização, como uma opção para conceder aos aplicativos/serviços acesso a dados de localização precisos ou uma localização aproximada.

FONTE: Blog SempreUpdate
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!