Google apresenta novas configurações para plataforma de busca baseadas em IA

Google
Pandu Nayak, vice-presidente de Buscas do Google

O Google apresentou hoje, 29, os mais recentes avanços em sua plataforma de busca. Isso inclui inovações a partir da inteligência artificial Multitask Unified Model (MUM), que integra diferentes formas de texto e conceitos. Há também novas ferramentas para buscas no shopping do Google.

Utilizando o MUM, o Google Lens combina informações visuais, como fotos, com escritas para trazer resultados de busca. Isso possibilita que o usuário faça uma pergunta mesmo sem saber o nome de determinado objeto ou padrão. A ferramenta ainda está em fase de teste e deverá estar disponível no ano que vem.

“Esses avanços promissores em IA vão melhorar dramaticamente nossa habilidade para entender informação e revolucionar a forma que as pessoas pesquisam no futuro”, afirmou o vice-presidente de Busca, Pandu Nayak.

Outras ferramentas desenvolvidas pelo Google permitem refinar determinado tema, buscando novos insights,  ou abranger para telas relacionados. O usuário também poderá ver ponto por ponto sobre determinado assunto. Em pinturas com tinta de acrílico, por exemplo, pode aparecer tópicos, como “passo a passo”, “técnicas”, “usando itens de casa” e “dicas”.

A plataforma também conseguirá relacionar os conceitos das palavras inseridas na pesquisa com vídeos. Isso mesmo que os títulos e descrições não tenham as palavras chaves.

A big tech viabilizou uma plataforma que permite a visualização de áreas de queimadas ao redor do mundo a partir de dados coletados por satélite. Se o dado estiver disponível, o internauta poderá checar também a contenção do fogo e quantos acres foram atingidos.

A solução Tree Canopy Insight utiliza imagens aéreas, informações públicas  e detecção de árvores para identificar locais apropriados para se plantar árvores em grandes cidades. O objetivo é diminuir a temperatura nas metrópoles. Em 2022, o plano é escalar a tecnologia para todo o mundo. Por enquanto, a tecnologia está em funcionamento apenas em 15 cidades dos Estados Unidos e deve chegar a outras 100 no próximos meses.

Compras online

O Google Lens também poderá ser usado para compras on-line. Com isso, o usuário poderá selecionar uma imagem do dispositivo para comprar produtos similares.

Além das opções usuais de compra que aparecem na tela, o Google irá exibir novas marcas e lojas do mesmo segmento perto do usuário. A tecnologia é equipado pelo Gráfico de Compras do Google (Shopping Graph), que contém dados de 24 bilhões de produtos.

A companhia também formulou um filtro chamado “em estoque” que traz apenas resultados de produtos em estoque e perto do consumidor. O filtro está disponível nos Estados Unidos e mais 14 países a partir de hoje.

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)