GNOME trouxe vários aplicativos para GTK4 e libadwaita

Rate this post

Novidades sobre o mundo GNOME. Os desenvolvedores publicaram uma nota esclarecendo detalhes sobre os aplicativos que foram portados para GTK4 e libadwaita. Na verdade, tudo o que não é aplicativo de terceiros inclui “gkt4” de uma forma ou de outra, e apenas um deles também não inclui libadwaita. Além da versão desktop, o GNOME também tem sua versão móvel, e esta semana eles voltaram para apresentar novos recursos a esse respeito.

As aplicativos que foram trazidos para GTK4 e libadwaita eles são o Disk Usage Analyzer, o GNOME Tour, o Software Center e o Commit. Além disso, o gtk-rs adicionou um capítulo sobre ações ao seu livro gtk4-rs. Por outro lado, esta semana falaram sobre mudanças no Phosh e em aplicativos de terceiros, ou seja, eles não fazem parte oficialmente do GNOME, porém, são projetados com o famoso desktop usado, entre outros, o Ubuntu.

Como informa o projeto:

O GTK4 é uma nova versão importante do GTK, e a migração de GTK3 para GTK4 exige (algum) esforço. A documentação do GTK4 está aqui. Inclui um guia de migração.

Você poderá verificar estes e outros detalhes ao acessar este link do projeto GNOME.

GNOME trouxe vários aplicativos para GTK4 e libadwaita. O que há de novo em software de terceiros para GNOME

Um aplicativo de demonstração de portais foi lançado no Flathub.O canal de CI do Phosh, gitlab.gnome.org, agora faz capturas de tela automaticamente em diferentes idiomas (atualmente árabe, japonês e alemão). Espera-se que isso torne mais fácil para os desenvolvedores, designers e tradutores verificar as alterações de design.O GNOME To Do agora usa uma nova API de esquema de cores fornecida pela libadwaita para lidar com os modos claro e escuro. O seletor de estilo também recebeu melhorias visuais.

Embora também tenham falado sobre aplicativos de terceiros, a novidade recente é que estão se concentrando em melhorar a consistência do desktop, algo que deve mudar muito quando o GNOME 42 for lançado em março de 2022. Com a chegada da nova versão do Ubuntu em breve, deveremos ter o GNOME 40 como o desktop padrão do sistema operacional da Canonical.

Do mesmo modo, é possível ver alguns detalhes sobre como portar os aplicativos do GNOME para GTK4 ao assistirem a este vídeo:

GNOME 42

O novo ambiente de trabalho GNOME 42 está com previsão de lançamento somente para 23 de março do ano que vem e a principal novidade é que ele tem opção de tema escuro. Porém, muitos usuários sequer conhecem o novo GNOME 41, que não fez sua estreia oficial em distribuições Linux em que é usado por padrão, como o Ubuntu e o Fedora Workstation. Assim, estas são as primeiras informações em torno do novo GNOME 42.

Os desenvolvedores do GNOME publicaram recentemente o cronograma de lançamento para o ambiente de desktop GNOME 42, com lançamento previsto para o próximo ano em 23 de março. Será a segunda grande atualização da série GNOME 4x e o desenvolvimento começou lentamente neste mês.

FONTE: Blog SempreUpdate
(Excelente website de notícias! Recomendo!)