Gigante da eletrônica Foxconn foi atingida por ransomware (resgate de US$ 34 milhões)

Gigante da eletrônica Foxconn foi atingida por ransomware (resgate de US$ 34 milhões)Gigante da eletrônica Foxconn foi atingida por ransomware (resgate de US$ 34 milhões)A gigante da eletrônica Foxconn sofreu um ataque de ransomware onde os invasores roubaram arquivos não criptografados antes de criptografar os dispositivos. A Foxconn é a maior empresa de manufatura de eletrônicos do mundo, com mais de 800.000 funcionários em todo o mundo.
O ransomware DoppelPaymer publicou arquivos pertencentes à Foxconn em seu site de vazamento de dados. Os dados vazados incluem documentos e relatórios comerciais genéricos, mas não contêm nenhuma informação financeira ou dados pessoais de funcionários.

Foxconn foi atingida por ransomware

Fontes da indústria de segurança confirmaram que a Foxconn sofreu um ataque por volta de 29 de novembro de 2020, em sua instalação localizada em Ciudad Juárez, México.
Gigante da eletrônica Foxconn foi atingida por ransomware (resgate de US$ 34 milhões)A gigante da eletrônica Foxconn sofreu um ataque de ransomware onde os invasores roubaram arquivos. Imagem: DoppelPaymer.
Esta instalação é usada pela Foxconn para montagem e remessa de equipamentos eletrônicos para todas as regiões da América do Sul e do Norte.
Desde o ataque, o site da instalação está fora do ar e atualmente mostra um erro para os visitantes. Fontes também compartilharam a nota de resgate criada nos servidores da Foxconn durante o ataque de ransomware.
Incluído na nota de resgate está um link para a página de pagamento do DoppelPaymer, onde estão exigindo um resgate de 1804,0955 BTC ($ 34.686.000).
Em uma entrevista, a gangue do ransomware DoppelPaymer confirmou que atacou as instalações da Foxconn. Como parte desse ataque, afirmam ter criptografado cerca de 1.200 servidores, roubado 100 GB de arquivos não criptografados e excluído 20-30 TB de backups.
Em um comunicado, a Foxconn confirmou o ataque e disse que está trazendo seus sistemas de volta ao serviço:
Podemos confirmar que um sistema de informação nos Estados Unidos que apóia algumas de nossas operações nas Américas foi o foco de um ataque em 29 de novembro. Estamos trabalhando com especialistas técnicos e agências de aplicação da lei para realizar uma investigação para determinar o total impacto desta ação ilegal e para identificar os responsáveis e levá-los à justiça.
Bleeping Computer

FONTE: Blog SempreUpdate
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.