Getting Things GNOME está de volta com uma nova versão

Ferramenta Getting Things GNOME está de voltaEle renasceu das cinzas. Depois de um bom tempo sem qualquer trabalho realizado, surge com uma nova versão do Getting Things GNOME, que está de volta para auxiliar em tarefas pessoais. O programa é gratuito e tem código fonte livre. A última atualização do Getting Things GNOME ocorreu há cerca de seis anos.
O Getting Things GNOME é um organizador pessoal de tarefas e itens de lista de tarefas para o ambiente de área de trabalho GNOME, inspirado na metodologia “Getting Things Done“. A nova versão, Getting Things GNOME 0.4, está aqui para provar que o aplicativo não está morto. O objetivo dele é ajudar você a realizar tarefas diárias e a ser mais produtivo.
Como resultado da nova direção do projeto lean e ágil e do fluxo de trabalho dos colaboradores que formalizamos, esta versão – a primeira em mais de 6 anos e meio – constitui um marco significativo na retomada desse projeto orientado pela comunidade, disse o mantenedor do projeto Jeff Fortin Tam. Este marco representa uma oportunidade muito significativa para dar nova vida ao projeto.

Getting Things GNOME está de volta com uma nova versão

Getting Things GNOME está de volta com uma nova versão
Como você pode imaginar, Getting Things GNOME 0.4 é uma versão importante. Isso significa que ele inclui muitos novos recursos e aprimoramentos. Então, entre eles, podemos destacar as recentes tecnologias de código aberto GTK 3, GObject Introspection (PyGI), Meson e Python 3. Além disso, o suporte a Flatpak.
A interface do usuário recebeu uma grande reforma e agora está em conformidade com as atuais diretrizes do GNOME Human Interface Guidelines (HIG), que incluem decorações da janela do cliente, caixa de diálogo Preferências redesenhada, ícones simbólicos, além de melhorias no preenchimento e nas bordas.
Além disso, a barra de menus agora é substituída por um botão de menu. Do mesmo modo, existe uma barra de pesquisa dedicada para pesquisar suas tarefas. O modo “Workview” foi renomeado para visualização “Actionable“. Também há várias outras alterações menores feitas no navegador de tarefas, também conhecido como janela principal do aplicativo.

Funcionalidades

As novas funcionalidades incluem a capacidade de abrir ou criar uma tarefa principal, selecionar e executar ações em várias tarefas fechadas, a capacidade de renomear ou excluir tags no Navegador de tarefas clicando com o botão direito do mouse nelas e a capacidade de excluir tarefas fechadas antigas, o que deve aumentar o desempenho do aplicativo.
A nova versão também suporta emoji na entrada Adicionar Rápido, adiciona um novo widget pesquisável de “selecionador de tags” no Editor de Tarefas, aprimora os widgets pop-up do seletor de datas do Calendário no Editor de Tarefas e vem integrado com o plug-in de adiamento rápido para programar várias tarefas de uma vez para uma data personalizada.
Os desenvolvedores trabalharam muito para modernizá-lo, adicionando suporte ao Tox para automação de testes, garantir que todo o aplicativo seja traduzível, além de remover e limpar plugins e serviços de sincronização desatualizados.
Para ter uma ideia geral da versão mais recente do Getting Things GNOME, confira a apresentação em vídeo de Jeff Fortin Tam abaixo. Se você deseja fazer o download do Getting Things GNOME 0.4, pode obter as fontes agora mesmo na página do GitHub, mas o Flatpak também estará disponível no final desta semana.

9to5 Linux

FONTE: Blog SempreUpdate
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.