Funttel vai liberar R$ 1,1 bilhão para investimentos até 2023

Nesta semana foram publicadas Resoluções do Conselho Gestor do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel) que aprovam a liberação de R$ 1,183 bilhão para investimentos em projetos de pesquisa e desenvolvimento e linhas de crédito voltadas à indústria e a prestadores de serviços de telecomunicações. Os valores, reembolsáveis, serão repassados pelo Funttel entre 2021 e 2023, sendo que R$ 382 milhões serão liberados ainda neste ano.

O montante é previsto nos Planos de Aplicação de Recursos da Fundação Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Os recursos do Funttel vão fomentar inovações tecnológicas, a produção nacional de equipamentos e a implantação de redes, com destaque para linhas de crédito voltadas para redes 5G e para a aquisição de equipamentos por parte de pequenos e médios prestadores”, diz presidente do Conselho, Pedro Lucas Araújo.

Finep – Serão repassados ao Finep R$ 566 milhões para o oferecimento de linhas de crédito. Parte dos recursos será destinada a oferta de financiamento com taxas mais atrativas para empresas brasileiras investirem em projetos de inovação em telecomunicações. A Finep oferecerá, de forma inédita, linha de crédito para apoiar a implantação de redes 5G, inclusive pelos futuros empreendimentos vencedores do leilão, com a utilização de produtos fabricados localmente e com tecnologia nacional.

BNDES – Já o BNDES receberá R$ 572 milhões para financiamento de empresas, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento tecnológico, fortalecimento da cadeia produtiva de telecomunicações e a difusão e aquisição de tecnologia. Por meio da linha de crédito Finame Funttel, o BNDES disponibilizará recursos para a compra de máquinas e equipamentos nacionais. Como as linhas de crédito do Finame são oferecidas por agentes financeiros espalhados por todo o país, essa nova linha de crédito tende a aumentar o acesso de pequenos e médios provedores aos recursos do Funttel.

Fundação CPqD – O Funttel destinará R$ 45 milhões para a Fundação CPqD aplicar em projetos de pesquisa e desenvolvimento. Entre as iniciativas apoiadas, está a que trata do desenvolvimento de tecnologias de Internet das Coisas com foco em aplicações para Cidades Inteligentes e ênfase em saúde, transporte público e segurança. Também receberão recursos, projetos relacionados a sistemas de rede 5G. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.